Reprodução/Twitter/Federação Agentina de Futebol
Reprodução/Twitter/Federação Agentina de Futebol

Autor de gol da Argentina na final da Copa de 1986, Brown morre aos 62 anos

Zagueiro abriu o caminho da vitória diante da Alemanha por 3 a 2 no Mundial do México

Redação, Estadão Conteúdo

12 de agosto de 2019 | 23h17

Autor de um dos gols da Argentina na final da Copa do Mundo do México, em 1986, José Luis "Tata" Brown morreu nesta segunda-feira aos 62 anos, em Buenos Aires. O anúncio foi feito pela direção do Estudiantes de La Plata, clube no qual o ex-zagueiro é apontado como uma de suas figuras lendárias.

O gol de Brown na final do Mundial, diante da Alemanha, foi marcado de cabeça, aos 23 minutos do primeiro tempo. Valdano e Burruchaga fizeram os demais gols argentinos na vitória por 3 a 2. Rummenigge e Voller marcaram os gols alemães.

Brown atuou ao lado de Diego Armando Maradona, o maior jogador daquele Mundial. A seleção era dirigida pelo técnico Carlos Bilardo. Ele atuou em 36 jogos pela seleção.

Pelo Estudiantes, "Tata" jogou 290 partidas de 1975 a 1983 e foi campeão duas vezes (1982 e 1983). Atuou por outros times como Deportivo Español e Boca Juniors. Foi jogar no exterior, no Stade Brestois, Atlético Nacional, de Medellín (Colômbia), Real Murcia (Espanha) e retornou à Argentina para se despedir como jogador pelo Racing em 1989 e 1990.

"É um dia de máxima tristeza para a família branca e vermelha. Nos deixou nosso gladiador José Luis Brown. Sua memória e seu amor pelo clube seguirão eternamente", escreveu o Estudiantes em suas redes sociais. Brown havia sido diagnosticado com Mal de Alzheimer no início do ano.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.