Reprodução
Reprodução

Autor de gol na final da Copa de 1978, holandês Nanninga morre aos 66

Atleta empatou o jogo no 2º tempo, mas Argentina ficou com título

Estadão Conteúdo

22 Julho 2015 | 10h52

Autor do gol da Holanda na final da Copa do Mundo de 1978, em Buenos Aires, onde a Argentina ficou com o título ao vencer a rival por 3 a 1, Dick Nanninga morreu na última terça-feira, aos 66 anos de idade. O clube holandês Roda JC, que ele defendeu entre 1974 e 1982, confirmou a morte do ex-jogador.

Embora tenha disputado o Mundial de 1978, Nanninga realizou apenas 15 partidas pela seleção do país, mas ajudou a sua equipe a avançar pela segunda Copa seguida a uma decisão - quatro anos antes, em 1974, o país foi derrotado pela Alemanha na final, em solo alemão.

Na decisão de 1978, o argentino Mario Kempes, artilheiro daquele Mundial, abriu o placar para a Argentina ainda na etapa inicial. Nanninga empatou a partida aos 37 do segundo tempo. Mas a seleção anfitriã acabou garantindo o título com dois gols na prorrogação, sendo um deles de Kempes e outro de Bertoni.

A causa da morte de Nanninga não foi anunciada na última terça, mas o ex-atleta anteriormente chegou a passar meses em coma, em 2012, quando precisou ter uma das pernas amputada. Ele é, por sinal, um dos dois holandeses a terem marcado um gol em uma decisão do Mundial. O outro é Neeskens, que também abriu o placar para o país na final diante da Alemanha, em 1974, onde a seleção da casa também ganhou de virada, por 2 a 1. Já no jogo que valeu o título da Copa de 2010, na África do Sul, a Espanha superou a Holanda por 1 a 0, com um gol de Iniesta na prorrogação.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.