Autor do gol, Edu Dracena desabafa com mais um título

Vindo de contusão no joelho, zagueiro do Santos já havia sido campeão com o Cruzeiro, em 2003

FÁBIO HECICO, Agência Estado

05 de agosto de 2010 | 00h34

Nem Robinho nem Paulo Henrique Ganso. Neymar e André também passaram em branco. Com tantas estrelas na frente, o único gol santista coube a um zagueiro. Edu Dracena mostrou o seu lado de artilheiro ao balançar as redes no fim do primeiro tempo, saiu como herói no Barradão, diante do Vitória, e conquistou seu segundo título da Copa do Brasil - havia levado em 2003, com o Cruzeiro.

Veja também:

mais imagens PAPEL DE PAREDE - 1280x1024 | 1024x768 | 800x600

som ELDORADO/ESPN - Ouça os gols: Santos 1x0 | 1x1 | 1x2

blog  ZANIN - Santos, campeão da Copa do Brasil

blog BATE PRONTO - Garotos do Santos estão se tornando homens

especial Título coroa meninos talentosos e abusados da Vila Belmiro

especial Estado de São Paulo se torna o maior campeão da Copa do Brasil

link Mesmo com derrota, Santos é o novo campeão da Copa do Brasil

O atleta de 29 anos vibrou muito. Por vários motivos. "Importante fazer um gol na final. Eu dedico ao meu filho, que vai nascer em dezembro", disse, ainda no intervalo. Após a partida, o zagueiro apenas intensificou a sua comemoração. Com um desabafo. "Não passava na minha cabeça fazer esse gol. Quando eu cheguei aqui muitos duvidavam de mim, pois vinha de uma contusão no joelho", declarou o zagueiro. "Dei a volta por cima".

Após a saída de Robinho no fim do jogo, Edu Dracena ganhou a faixa de capitão que pertencia ao craque. A taça, claro, foi levantada por Robinho. Mas o zagueiro já havia se consagrado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.