Reprodução site Internacional
Reprodução site Internacional

Autor do primeiro gol do Beira-Rio, Claudiomiro morre aos 68 anos

Em nota oficial, o clube lamentou o fato e exaltou os dias de glória do jogador no Colorado

Estadão Conteúdo

24 Agosto 2018 | 23h00

A torcida do Internacional teve uma triste notícia na noite desta sexta-feira. Faleceu Claudiomiro, centroavante histórico do clube e que brilhou nos anos 1970. Ele vivia na cidade de Canoas (RS) e tinha 68 anos. A causa da morte não foi divulgada.

Em nota oficial, o clube lamentou o fato e exaltou os dias de glória dele no clube. "Além de suas excepcionais características como centroavante, era também um excepcional cavador de pênaltis. Sempre em alta velocidade, ajeitando a bola para o pé direito - ou o esquerdo - antes de soltar a bomba, Claudiomiro foi o dono absoluto da camisa 9 do Internacional entre 1967 e 1973", afirmou o Inter.

Um dos maiores jogadores da história do Inter, Claudiomiro deixou sua marca no clube com feitos históricos como o primeiro gol do Beira-Rio, no dia 6 de abril de 1969, em vitória do Inter por 2 a 1 sobre o Benfica, de Portugal.

Claudiomiro era conhecido como "Bigorna" por conta de seu peso, mas isso não o impediu de fazer grandes exibições com a camisa colorada e até na seleção brasileira.

Após 424 jogos defendendo a camisa do Inter, com 210 gols, o terceiro maior artilheiro do clube ainda defendeu Botafogo, Grêmio, Flamengo, Caxias e Novo Hamburgo. Em 1979, retornou ao Inter para encerrar a carreira, abreviada pela luta contra o peso.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.