Stephane Mahe / Reuters
Stephane Mahe / Reuters

Autoridades tentam resgatar corpo encontrado em avião que transportava Sala

Destroços da aeronave foram encontrados no fundo do mar do Canal da Mancha no último domingo

Redação, Estadão Conteúdo

05 de fevereiro de 2019 | 16h30

A Agência de Investigação de Acidentes Aéreos britânica (AAIB, na sigla em inglês) anunciou nesta terça-feira que está tentando retirar o corpo encontrado no avião que transportava o jogador argentino Emiliano Sala, e que foi encontrado no fundo do mar do Canal da Mancha no último domingo.

Um barco que fazia parte do serviço de buscas privado contratado pela família e agentes do atleta localizou escombros do avião no último domingo, a aproximadamente 38 quilômetros ao norte da ilha de Guernsey. Um dia depois, a AAIB divulgou um vídeo mostrando claramente a presença de um corpo, ainda sem identificação, no interior do monoposto.

Em breve comunicado nesta terça, a agência explicou que "está tentando recuperar o corpo". "Se nós obtivermos sucesso, vamos considerar a viabilidade de recuperar os destroços do avião", completou.

A própria AAIB informou que "a condição de forte maré significa que nós podemos usar o veículo operado remotamente por períodos limitados todos os dias, e isso significa que o progresso será lento".

Sala viajava de Nantes, na França, a Cardiff, no País de Gales, para fechar a sua transferência ao Cardiff City, quando o avião em que este se encontrava desapareceu dos radares no último dia 21. Buscas foram feitas pelas autoridades britânicas, mas posteriormente foram interrompidas. Uma campanha na internet, então, arrecadou dinheiro para contratar um serviço de buscas privado.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.