Lucas Merçon/ Fluminense
Lucas Merçon/ Fluminense

Autuori admite mudança de postura no Flu: 'Grandiosidade é cumprir compromissos'

Novo diretor esportivo reforçou a estratégia de sanar as despesas do clube

Estadao Conteudo

04 Janeiro 2018 | 17h06

Paulo Autuori reconheceu nesta quinta-feira que o Fluminense terá uma postura diferente para a próxima temporada. Novo diretor esportivo de futebol profissional do clube, ele reforçou a estratégia de sanar as despesas ao avaliar que, no futebol, grandiosidade é cumprir os seus compromissos.

+ Autuori cobra gratidão de Scarpa e avisa que Fluminense aguarda a apresentação

"O Fluminense tem uma política clara hoje que é cumprir com seus compromissos. Não existe coisa menor para um clube de futebol do que não cumprir os seus compromissos, isso é grandiosidade e nós queremos isso", afirmou o dirigente. "O clube sempre se pautou por cumprir suas obrigações, o momento de dificuldade que se teve é justamente o que não queremos no futuro."

Em sua nova política, o Fluminense dispensou oito jogadores na semana passada, entre eles o goleiro Diego Cavalieri e o zagueiro Henrique, nomes importantes do elenco em 2017. Autuori, assim, avisou que o clube reforçará sua aposta nos jovens jogadores.

"O Fluminense é caracterizado por ter uma base de qualidade, um grupo jovem, temos que salientar isso. Tiveram uma responsabilidade grande no ano passado, superaram momentos difíceis", lembrou. "Dentro disso, não vamos iludir ninguém, temos que ter um olhar interno e cuidar do que é nosso, da nossa situação e, depois, pensar em trazer outros jogadores. Logicamente que vamos trazer outros jogadores, desde que não fira nosso ideal, que é de regularizar a saúde econômica do clube."

Sincero ao avaliar o novo momento do Fluminense, Autuori avaliou que não será um ano fácil, mas demonstrou confiança para superar o desafio. "Sabemos das dificuldades que vamos enfrentar, mas não queremos nos propor a criar mais dificuldades, já que os oponentes vão nos colocar dentro de campo", disse. "O nosso papo é direto, vamos ver no dia a dia se seremos capazes de suportar as dificuldades tanto individual quanto em grupo."

Para enfrentar essas dificuldades, porém, o novo dirigente garantiu que o Fluminense tem um trunfo: o técnico Abel Braga: "O Abel é a figura máxima aqui, começou o ano extremamente motivado, com um discurso claro e forte com os jogadores. Temos um treinador de altíssimo nível, é um campeão da vida e um tremendo parceiro do clube, renomado, acostumado a ganhar títulos. O objetivo é oferecer ao Abel condições de lutar por aquilo que ele está acostumado, que são títulos."

Mais conteúdo sobre:
futebol Fluminense Football Club

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.