Evelson de Freitas/Estadão
Evelson de Freitas/Estadão

Autuori admite sequência negativa à frente do São Paulo

Técnico conquistou apenas uma vitória em pouco mais de um mês no comando da equipe

FERNANDO FARO, Agência Estado

14 de agosto de 2013 | 22h29

SÃO PAULO - Há pouco mais de um mês no comando do São Paulo, Paulo Autuori conquistou apenas uma vitória, sofreu oito derrotas e obteve um empate. O técnico admite a preocupação com o retrospecto negativo, mas evita se colocar na posição de salvador do time.

"Não sou solução de nada, faço parte de um grupo de trabalho e tenho a responsabilidade de tomar decisões, o que faço tranquilamente", afirma o treinador, que diz aceitar as críticas ao time. "Não tenho alergia nenhuma às críticas, esse não é meu trabalho. Meu trabalho é o contato com os jogadores, apesar do pouco tempo para treino".

Autuori diz estar ciente de que mais tropeços podem deixar sua situação instável no comando da equipe. "Estou no futebol há algum tempo e sei que essa é a realidade de qualquer treinador mesmo em mercados que antes eram mais tolerantes com treinador porque você tem sempre que achar alguém responsável pelos grandes momentos e pelos fracassos".

"Quando cheguei sabia do pouco tempo para treinos, da viagem, disso tudo. Não tenho receio de nada na minha carreira, meu compromisso é com as pessoas com quem trabalho, mais ninguém", declarou o treinador, que já vê luz no fim do túnel. "Os jogadores têm me dado resposta nos jogos e por isso estou pensando que essas duas próximas semanas sem jogos serão um divisor de águas".

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSão Paulo FCPaulo Autuori

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.