AGIP
AGIP

Autuori assume culpa por 'péssimo jogo' do São Paulo

Treinador afirma que time foi distante, mas que todas as responsabilidades passam por ele

AE, Agência Estado

09 de setembro de 2013 | 09h01

SÃO PAULO - A derrota por 2 a 0 para o Coritiba, sofrida no último domingo no Estádio Couto Pereira, deixou o São Paulo estacionado nos 18 pontos e na 18.ª posição na tabela do Campeonato Brasileiro. Com a sua equipe sem conseguir deixar a zona de rebaixamento, o técnico Paulo Autuori resolveu assumir a responsabilidade pelo novo revés na competição nacional. O treinador não deixou de criticar a atuação são-paulina, mas lembrou que ele é o responsável por organizar o time em campo e fazê-lo jogar melhor. "Não tem como analisar a equipe, porque não fomos uma equipe compacta. Não houve uma reação e jogamos de forma larga. Os setores ofensivo e defensivo estavam completamente separados", disse o comandante, para depois completar: "Prefiro colocar a realidade que a gente fez um péssimo jogo, mas essa responsabilidade eu assumo. Sou o líder do time e as decisões passam por mim. Não posso ter outra atitude e falar de um ou outro jogador, porque seria covardia da minha parte".

O fato de o São Paulo ter fechado o primeiro turno do Brasileirão na zona de descenso da tabela também fez Autuori admitir que a situação do time é desesperadora, embora a equipe tenha mais 19 partidas pela frente para se manter na elite nacional. "Desespero não é uma palavra. É um estado de espírito. E na vida a gente tem que se preparar para tudo, porque vivemos momentos positivos e negativos. O futebol te permite ganhar um ou dois jogos, mas isso não é determinante. Precisamos ter uma sequência e evitar o retrocesso, porque foi isso que aconteceu nessa partida", reconheceu o técnico, que agora começará a preparar o São Paulo para enfrentar a Ponte Preta, quinta-feira, às 21 horas, no Morumbi, pela primeira rodada do segundo turno do Brasileiro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.