Juan Mabromata/AFP
Juan Mabromata/AFP

Autuori celebra triunfo na Argentina e destaca força do Atlético-PR

Rubro-Negro ganha dom San Lorenzo por 1 a 0, após empate na estreia

Estadão Conteúdo

15 de março de 2017 | 23h18

Depois de apenas empatar em casa na estreia da Copa Libertadores, contra a Universidad Católica, por 2 a 2, o Atlético Paranaense precisava se recuperar nesta quarta-feira, diante do San Lorenzo, em Buenos Aires. E, com um gol de Lucho González, a equipe superou o desafio mesmo jogando na Argentina, onde venceu por 1 a 0 para obter o seu primeiro triunfo na fase de grupos da competição.

Satisfeito com o resultado e com o desempenho do time, o técnico Paulo Autuori celebrou muito a vitória desta quarta. "Vencer fora sempre é difícil, ainda mais em solo argentino. Os times são extremamente competitivos. Foi importante para nós."

Na avaliação do treinador, o Atlético Paranaense mostrou ter um elenco forte, com capacidade para traçar importantes metas na Libertadores. "Não tenho dúvidas de que vamos ter uma equipe forte", avisou Autuori, minimizando que o time não esteja entre os favoritos da competição. "Temos que trabalhar muito. Ninguém precisa saber, a não ser nós mesmos, a força que temos."

Sobre as inúmeras oportunidades perdidas pelo Atlético Paranaense, principalmente no primeiro tempo, que poderiam ter tornado o jogo mais tranquilo, Autuori garantiu que eles não farão falta. "Classifica com pontos ganhos, não com gols perdidos. Para nós, é indiferente."

O treinador comentou, ainda, sobre o planejamento das próximas semanas. Como o próximo desafio na competição será apenas em 12 de abril, contra o Flamengo, Autuori antecipou que começará a escalar os titulares no Campeonato Paranaense.

Assim, ele espera ver uma equipe ainda mais entrosada contra o Flamengo. "Agora, vai haver uma parada importante para nós. Esta equipe vai começar a competir no Paranaense e certamente vai crescer e corrigir os erros", finalizou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.