Autuori confirma que fica no São Paulo

Paulo Autuori decidiu recusar a milionária oferta do Kashima Antlers, do Japão, para permanecer no São Paulo, com o qual tem contrato até o fim de 2006. A informação foi divulgada no fim da tarde desta segunda-feira pela diretoria são-paulina, após reunião com o treinador.?Ele disse que vai cumprir o contrato normalmente?, afirmou o presidente do São Paulo, Marcelo Portugal Gouvêa. ?O Autuori nos comunicou que deseja continuar conosco e, como sempre quisemos que ele ficasse, está tudo resolvido?, completou João Paulo de Jesus Lopes, que é diretor de planejamento do clube.O treinador chegou ao Morumbi em maio, para substituir Emerson Leão. Fez bom trabalho e conquistou dois importantes títulos, o da Libertadores e o do Mundial de Clubes. Assim como a diretoria, os jogadores aprovaram seu modo de atuar e solicitaram a ele que ficasse. Assim, Autuori vai defender o título da Libertadores em 2006, mas avisou que uma de suas prioridades na temporada será levar o título do Campeonato Brasileiro. ?Faz tempo que o São Paulo não ganha um Brasileiro?, afirmou o treinador - a última conquista foi em 1991.Agora que garantiu a permanência de Autuori, a diretoria do São Paulo ganha tranqüilidade para discutir o elenco para 2006. Além de trabalhar para manter Amoroso e Aloísio no elenco, o clube precisa substituir o lateral-direito Cicinho, que foi para o Real Madrid, e ainda busca reforços - o meia Pedrinho, ex-Palmeiras, está na lista.

Agencia Estado,

26 de dezembro de 2005 | 20h30

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.