Autuori diz que prioridade no São Paulo é recuperação emocional

Técnico sofreu terceira derrota seguinda em três jogos no comando do time

GONÇALO JÚNIOR, Agência Estado

20 de julho de 2013 | 21h56

SÃO PAULO - A terceira derrota seguida em três jogos como treinador do São Paulo fez com que o técnico Paulo Autuori mudasse suas prioridades para erguer o time. Em sua apresentação, há duas semanas, ele planejava montar a defesa e, em seguida, os outros setores. Depois da queda para o Cruzeiro - a sétima seguida do time -, ele afirma que o lado emocional é o mais importante. "O time está emocionalmente muito abalado. A situação é muito difícil", reconhece o treinador.

Para recuperar o lado emocional dos jogadores, Autuori tem conversado e promovido várias alterações durante o jogo para diminuir a pressão. "Quando o time leva um gol, muitos jogadores desistem de lugar. Isso precisa mudar. Se não mudar, vou começar a mudar as peças", disse o treinador. Neste sábado, Autuori trocou Luis Fabiano por Aloísio e Osvaldo por Silvinho.

A sequência de jogos deve dificultar a recuperação psicológica dos jogadores. Nos próximos jogos, o São Paulo vai enfrentar Internacional e Corinthians. Nos dias 31 de julho e 1.º de agosto, o São Paulo vai disputar a Copa Audi, em Munique, contra Bayern, Milan e Manchester City. No dia 3, vai enfrentar o Benfica pela Copa Eusébio, em Lisboa, e, no dia 7 de agosto, a equipe enfrentará o Kashima Antlers, em Tóquio, pela Copa Suruga. "Não posso dar esses jogos como desculpa. Não posso fugir das minhas responsabilidades. Quando cheguei, sabia que esses jogos estavam marcados", disse Autuori.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.