Autuori mantém base em escalação do Atlético-PR para duelo com paraguaios

Treinador prefere não mudar a equipe contra o Deportivo Capiatá na Arena da Baixada

Estadao Conteudo

14 Fevereiro 2017 | 13h46

O Atlético Paranaense não deverá ter novidades na sua escalação para o duelo com o paraguaio Deportivo Capiatá, nesta quarta-feira, na Arena da Baixada, pela terceira fase preliminar da Copa Libertadores. Foi o que adiantou nesta terça o técnico Paulo Autuori avisou, avisando que o meia João Pedro deve ficar como opção no banco de reservas após se recuperar de lesão.

"Em relação ao João [Pedro], ele poderia ter começado a temporada, mas teve uma lesão e vai voltar aos poucos. Então, a equipe é basicamente a que enfrentou o Millonarios, aqui. Temos mais um treino para definir completamente, mas são coisas pontuais", disse.

As dúvidas de Autuori envolvem dois jogadores. O meia Carlos Alberto não participou do treinamento desta terça-feira e poderá ser substituído por Felipe Gedoz. Já o zagueiro Thiago Heleno ainda aguarda a regularização do seu contrato para poder ser aproveitado - Wanderson vem sendo titular.

Depois de o Atlético-PR avançar na Libertadores ao eliminar o colombiano Millonarios em série definida apenas nos pênaltis, Autuori não acredita em facilidade diante do Deportivo Capiatá e lembra que o time paraguaio, de apenas oito anos, já passou por dois confrontos eliminatórios na competição, diante do venezuelano Deportivo Táchira e do peruano Universitario.

"Eles estão bem, até mesmo pelos dois primeiros desafios que ultrapassaram. Vamos respeitá-los ao máximo. E a melhor forma de respeito é jogando tudo o que você pode e é isso que queremos. O futebol paraguaio é de muita entrega e eles estão acostumados a jogar assim", afirmou sobre o adversário no confronto que vale uma vaga na fase de grupos da Libertadores.

O Atlético-PR deve entrar em campo nesta quarta-feira, às 21h45, com a seguinte formação: Weverton; Jonathan, Paulo André, Wanderson e Sidcley; Otávio, Lucho González, Carlos Alberto e Nikão; Pablo e Grafite.

Mais conteúdo sobre:
Atlético-PR futebol Libertadores

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.