Autuori não admite derrota para Colômbia

Paulo Autuori, o brasileiro que dirige a Seleção Peruana, considera imprescindível uma vitória, quarta-feira, contra a Colômbia, em Lima. "Não podemos deixar que a Colômbia reviva na competição. Eles são nossos rivais diretos por uma vaga e não podemos lhes dar nenhum ponto", disse Autuori, por telefone ao Jornal da Tarde.E para "afundar" de vez a Colômbia, Autuori aposta no bom momento dos times peruanos na Libertadores. "O Sporting Cristal está quase classificado e o Alianza ganhou seus dois últimos jogos. Isso dá moral para jogadores como Jorge Soto, Zegarra, Quinteros, Cominges (todos do Cristal) e Farfán, Butrón, Salas, Hidalgo, Roberto Silva e Ciurlizza (do Alianza)", analisa Autuori. "E tem o Rebosio, que ganhou a Copa do Rey pelo Zaragoza, em cima do Real Madrid."Não há exagero quando Autuori diz que a Colômbia "não pode ser revivida". O time tem apenas um ponto em quatro jogos, fruto da péssima passagem de Francisco Maturana pela Seleção. Os colombianos perderam para o Brasil e Venezuela, em casa, para o Equador, em Quito, e empatou com a Argentina, em casa. Já o Peru tem cinco pontos, em sexto.Maturana caiu e o novo técnico é Reinaldo Ruedas, que levou a Seleção Sub-20 à medalha de bronze no Mundial de dezembro. Ele fez uma convocação com poucas novidades e pretende chamar jogadores mais jovens apenas quando o time tiver reagido. Se o Peru deixar, é lógico.

Agencia Estado,

29 de março de 2004 | 10h46

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.