Autuori pede raça ao time do São Paulo

Paulo Autuori exige que a decisão de quinta-feira contra o Atlético-PR entre para a história. E não apenas pelo tri da Libertadores, mas pelo exemplo de raça. O técnico do São Paulo quer seu time marcando o tempo todo, em todo o campo, sem esquecer do ataque. Nesta segunda-feira, ele deu a receita, passada por seus jogadores aos jornalistas.?Hoje, tivemos a primeira conversa sobre a decisão. O Autuori bateu nessa tecla com a gente. Temos de ser igual a eles na raça?, contou Josué. O volante também explicou que o São Paulo não pode repetir a atuação que teve no primeiro tempo do jogo contra o Atlético-PR, em Porto Alegre, quando o time foi morno.?Não dá para negar que eles marcaram melhor do que a gente. Fizeram mais faltas, disputaram mais a bola. Não dá para negar que se a gente tivesse feito um primeiro tempo igual ao segundo, teríamos mais chances de ter saído com a vitória lá de Porto Alegre?, afirmou Josué.É hora de mudar, avisou Josué. ?Temos de reagir agora, depois não dá mais tempo. Não dá para aceitar isso que a gente atue com menos disposição que o adversário.?Mas vale uma ressalva. ?Raça é fundamental, é importante para ganhar, mas muito mais importante é chegar ao fim da partida com onze jogadores em campo?, disse Josué. ?Não dá para confundir raça com violência, com brutalidade. E nós vamos saber como fazer isso.?

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.