Autuori perto do acerto com São Paulo

"Só uma zebra tira Paulo Autuori do São Paulo." A frase é de uma influente pessoa do Morumbi e revela o possível acerto do clube com o ex-treinador da seleção do Peru. A negociação ainda não está fechada porque o técnico pretende conversar pessoalmente com os dirigentes do Tricolor. Por enquanto, os contatos foram feitos apenas via telefone.Autuori, que ainda trata de sua mudança no Peru, retorna ao País no fim de semana. Caso chegue a tempo pode, inclusive, assistir ao duelo do São Paulo com o Paraná, no sábado. "Estamos negociando e está quase tudo certo", prossegue, pedindo sigilo. Autuori deve se apresentar entre segunda e terça-feira. Sua estréia aconteceria no dia das mães, 8 de maio, no clássico contra o Corinthians.Em março, Autuori foi convidado para dirigir o Santos em substituição a Oswaldo de Oliveira, demitido no dia 21 após empate por 3 a 3 com o América. Recusou proposta tentadora para cumprir o compromisso com os peruanos. Mas a interferência política em seu trabalho o fez romper o contrato. Agora, por bem menos do que ganharia no Santos, topa assumir o atual campeão paulista, cerca de R$ 140 mil mensais, o mesmo oferecido para Muricy Ramalho, do Internacional.E é justamente política o único empecilho. Ele não gosta de estar "metido em rolo", palavras suas. Em 1997, após 6 meses de Cruzeiro e título da Libertadores, deixou o clube por causa de divergências com um dirigente. Na época, contudo, ele próprio abafou o caso.O técnico tem o perfil autoritário procurado pelos cardeais do Morumbi e experiência na Libertadores, a utopia dos são-paulinos nesta temporada. Lugano, indiciado pelo STJD por ter pisado em Leandro, do Fluminense, pode ser suspenso de um a três jogos.

Agencia Estado,

28 de abril de 2005 | 01h14

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.