Autuori quer apaziguar os ânimos

No São Paulo, ninguém vai partir para a briga contra o Corinthians, no jogo do dia 24, no Morumbi. A garantia é do técnico Paulo Autuori, que pretende apaziguar os ânimos dos jogadores para o clássico. ?Não admito violência em campo?, afirmou o treinador, que repudiou a violência no duelo entre Santos x Corinthians, quinta-feira, na Vila Belmiro. ?Vamos entrar em campo somente para jogar futebol.?Autuori, no entanto, disse que não vai reprimir manifestações dos jogadores do São Paulo a respeito do adversário ? especialmente do atacante Amoroso, pródigo em provocar os corintianos. ?Desde que não haja desrespeito nem insulto, não há problema em se fazer brincadeiras?, disse o treinador.O zagueiro Lugano, que estava na seleção do Uruguai, também entrou no clima de paz. E assegura que não haverá reedição do duelo entre ele e o argentino Tevez, do Corinthians. Ambos estiveram em campo, pelas Eliminatórias da Copa, quarta-feira, e a seleção uruguaia venceu por 1 a 0.?São coisas diferentes. Aquele jogo valia vaga na Copa do Mundo, a partida do dia 24 será mais um clássico?, comparou Lugano. ?Haverá rivalidade, mas de minha parte, nada de violência.?

Agencia Estado,

14 de outubro de 2005 | 18h43

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.