Autuori testa São Paulo com três alterações em treino

Técnico colocou Antonio Carlos na zaga, Lucas Evangelista avançado no meio e Osvaldo no ataque

FERNANDO FARO, Agência Estado

29 de agosto de 2013 | 18h56

SÃO PAULO - Paulo Autuori deu nesta quinta-feira os primeiros sinais da escalação do São Paulo que pretende mandar a campo para enfrentar o Botafogo no domingo, no Maracanã. Em atividade realizada no CT da Barra Funda, o treinador testou a equipe com Antonio Carlos na zaga, Lucas Evangelista avançado no meio e Osvaldo no ataque, repetindo assim o 4-2-3-1 utilizado contra o Fluminense no último fim de semana.

A atividade começou com um exercício em campo reduzido com alterações entre os defensores; Rodrigo Caio, Paulo Miranda, Antonio Carlos e Rafael Toloi se revezaram na equipe, mas Toloi acabou deixando o campo por precaução por causa do desgaste físico excessivo. Dessa forma, Rodrigo Caio e Antonio Carlos formaram o miolo defensivo.

Na frente, Lucas Evangelista se beneficiou da ausência de Ademilson - o atacante não treinou por causa do entorse no tornozelo esquerdo sofrido contra o Fluminense - e foi escalado pela esquerda ao lado de Ganso, centralizado, e Jadson, que ficou à direita. Osvaldo, que não marca um gol há seis meses, virou o atacante de referência por falta de opções, já que Luis Fabiano e Aloísio estão suspensos.

Welliton, regularizado nesta quinta-feira junto à CBF, participou normalmente da atividade e ficou entre os reservas. Se Autuori mantiver o mesmo esquema treinado para enfrentar o Botafogo, a tendência é que ele comece o jogo no banco. O provável São Paulo terá: Rogério Ceni; Douglas, Rodrigo Caio, Antonio Carlos e Reinaldo; Wellington, Fabrício, Jadson, Ganso e Lucas Evangelista; Osvaldo.

O time paulista volta a treinar nesta sexta-feira pela manhã no CT da Barra Funda, e é nessa atividade que Autuori deve definir o time.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSão Paulo FC

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.