Fadi Al-Assaad/Reuters - 24/3/2011
Fadi Al-Assaad/Reuters - 24/3/2011

Autuori volta atrás e assume seleção olímpica do Catar

Técnico havia recusado convite porque queria retornar ao futebol brasileiro

AE, Agência Estado

26 de agosto de 2011 | 16h50

DOHA - O técnico Paulo Autuori voltou atrás da decisão tomada há dois dias e anunciou nesta sexta-feira que assumirá a seleção olímpica do Catar. O treinador, que havia declarado seu desejo de voltar ao Brasil, assinou contrato apenas até o fim do ano - mesmo tempo do vínculo que o prendia ao Al-Rayyan, time daquele país.

"Já havia agradecido e recusado o convite, mas os dirigentes me pediram que repensasse, insistiram e me ofereceram a possibilidade de assumir, a princípio, apenas até o fim da temporada. Tivemos duas longas reuniões, debatemos conceitos e achei que seria um bom desafio para minha carreira aceitar a possibilidade de plantar novas raízes para o esporte do Catar", disse o treinador.

De acordo com Autuori, ele recebeu liberdade para traçar estratégias para o projeto de crescimento do futebol no país. O Catar, que nunca disputou uma Copa do Mundo, vai sediar a competição em 2022.

O principal desafio do treinador será o Torneio Pré-Olímpico Asiático. Mas ele só deverá comandar a equipe em uma pequena parte da competição, cuja fase de grupos começa dia 21 de setembro e vai até março do ano que vem.

Autuori fará uma parceria com o brasileiro Sebastião Lazaroni, que assumiu recentemente o comando da seleção principal do Catar. Cobiçado por diversos clubes do Brasil nas últimas temporadas, Autuori não esconde o desejo de regressas ao País em 2012. Ele está no Catar desde 2009.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolPaulo AutuoriCatar

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.