Auxiliar de Dunga diz que Brasil 'entrará para ganhar' Copa América

Andrey Lopes, o 'Cebola', garante que seleção irá ao Chile pensando em título: 'Como sempre, tem de entrar para ser campeão'

O Estado de S. Paulo

25 de novembro de 2014 | 11h28

Andrey Lopes, auxiliar técnico da seleção brasileira e 'braço direito' do treinador Dunga, comentou nesta segunda-feira o sorteio dos grupos da Copa América de 2015, a primeira competição do Brasil após o fracasso na Copa do Mundo. Segundo ele, a seleção deve entrar em todos os torneios pensando em título, independentemente dos resultados dos últimos campeonatos, como o vexame no Mundial de 2014.

"É uma competição oficial, é uma Copa América. Em todas as competições, o Brasil tem de entrar para ser campeão, independentemente das competições passadas", afirmou Andrey, que é conhecido como 'Cebola' e está ao lado do técnico desde os tempos de Internacional. Ele ainda destacou a dificuldade de enfrentar a Colômbia, adversário mais duro da fase de grupos.

Em sorteio realizado nesta segunda-feira, ficou definido que o Brasil, além da Colômbia, jogará contra Peru e Venezuela como cabeça de chave do Grupo C. O anfitrião Chile terá como adversários México, Equador e Bolívia no Grupo A. Já a Chave B, encabeçada pela Argentina, é considerada o 'grupo da morte', com Jamaica, Uruguai e Paraguai.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.