Lucas Figueiredo / CBF
Lucas Figueiredo / CBF

Auxiliar de Tite revela que Paquetá será convocado e indica novidades na seleção

Cléber Xavier cita Vinicius Junior, David Neres, e Everton, do Grêmio, como possíveis convocados

Redação, Estadão Conteúdo

23 de fevereiro de 2019 | 19h06

A menos de uma semana para a convocação do técnico Tite para os amistosos contra Panamá e República Checa nos dias 23 e 26 de março, o auxiliar do treinador, Cléber Xavier, revelou que Lucas Paquetá estará na lista para os jogos da seleção brasileira.

Em entrevista ao podcast "Footure Futeboleiros", Cléber Xavier elogiou o jogador do Milan revelado pelo Flamengo e disse como que a comissão técnica pretende utilizá-lo. A ideia é que Paquetá atue perto de Neymar e atrás dos atacantes.

"Infelizmente não pudemos contar mais vezes com ele. Mas agora dificilmente não vai estar com a gente. A não ser que aconteça alguma coisa, vai estar na convocação de março, vai estar na convocação da Copa América, pelo que vem apresentando. Está tendo um crescimento de continuidade de jogos", revelou.

"Como no Milan, um pouco mais à frente, chegando mais perto do pivô central, mais perto ali do Neymar ou de quem for jogar no lugar do Neymar no lado esquerdo, sustentando, porque é um menino que tem muita entrega sem a posse. Está sendo interessante esse crescimento dele", emendou Cléber, ao fazer referência à lesão que deve tirar Neymar dos próximos jogos da seleção.

O auxiliar de Tite acredita que Paquetá tenha melhor rendimento mais avançado pelo poder de finalização, além da capacidade de infiltrar e do bom cabeceio. Assim, agradam a Cléber Xavier as atuações do jovem no Flamengo sob o comando de Dorival Junior, e não quando era comandado por Zé Ricardo e atuava ao lado de Cuéllar, mais recuado.

"Quando jogou lado do Cuéllar gostei pouco. Com Dorival, mais à frente, já me chamou mais atenção. Essa característica dele de chegada. No Milan está fazendo jogo mais simples, mais concentrado, mais posicional. É pouco ainda de observação do Paquetá, mas eu acho, para o meu gosto, que ele mais perto do gol tem mais possibilidades de sucesso. Tem boa definição, infiltra bem com ou sem bola, tem bom cabeceio, então ele vai nos ajudar muito", explicou.

Trabalhando com o técnico Tite há quase 20 anos, Cléber Xavier também indicou a presença de outras novidades na relação de Tite, que será divulgada na próxima quinta-feira. Éverton, do Grêmio, deve ser novamente lembrado e Vinicius Junior, do Real Madrid, e David Neres, do Ajax, têm boas chances de serem convocados pela primeira vez. Eles aparecem como principais nomes para substituir Neymar, lesionado.

"Vamos ficar sem Neymar, sem Douglas Costa, com lesão recente, vamos procurar colocar em prática essa renovação", afirmou. "Tem o Vinicius Junior, o David Neres, o próprio Everton, do Grêmio, que a gente já trouxe. Tem o Richarlison, que joga por dentro, mas pelos lados também", indicou o assistente.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.