André Palma Ribeiro/Avaí
André Palma Ribeiro/Avaí

Avaí diz que testes para covid-19 deram negativo e fala em 'segurança total'

Time encara a Chapecoense neste domingo, na Ressacada, pelas quartas de final do Campeonato Catarinense

Redação, Estadão Conteúdo

11 de julho de 2020 | 14h32

O Avaí divulgou na manhã deste sábado que toda sua delegação, que irá enfrentar a Chapecoense neste domingo, pelas quartas de final do Campeonato Catarinense, testaram negativo para o novo coronavírus. A revelação veio por parte do médico do clube, Luís Fernando Funchal.

Havia preocupação grande na delegação do Avaí por causa dos casos positivos revelados pela Chapecoense na sexta-feira. Foram 15 funcionários, entre jogadores e até o técnico Umberto Louzer, contaminados pela covid-19. Todos estavam presentes na partida de ida, disputada na quarta-feira, na Arena Condá.

Como perdeu o jogo de ida por 2 a 0, o Avaí precisará vencer por três ou mais gols para avançar à semifinal. Como não tem gol qualificado, o clube da Ressacada levará a decisão para os pênaltis se vencer por dois gols de diferença.

"Nosso time é muito experiente. Não tem nada decidido ainda. Precisamos ser intensos, agressivos e confiar na força do nosso grupo. Fazer esta força dentro de casa para reverter a situação", disse Bruno Silva, que completou.

"Na minha opinião, foi um acidente o que aconteceu lá. Não condiz com o que nosso time pode apresentar. Respeitando a Chapecoense e confiante em busca da classificação. Agora que estou liberado, podendo ajudar meus companheiros, aumenta a ansiedade para o jogo de domingo", finalizou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.