Avaí encara reservas do Cruzeiro e não espera vida fácil

Embora diante de uma equipe considerada reserva, o Avaí não espera vida fácil diante do Cruzeiro neste sábado, às 18h30, no Mineirão, em Belo Horizonte, pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro. É o que defendeu o técnico Silas antes do embarque do time para a capital mineira nesta sexta-feira.

JÚLIO CASTRO, Agencia Estado

27 de junho de 2009 | 08h34

"Entendo que o Adilson (Batista, técnico do Cruzeiro) vá poupar os melhores jogadores para a partida contra o Grêmio e não podia ser diferente, porém não quer dizer que aqueles que jogarão contra a gente são piores dos que vão para Porto Alegre", comentou o treinador da equipe catarinense. Tanto o Avaí, 17.º colocado, quanto o Cruzeiro, 15.º, somam o mesmo número de pontos (sete).

Silas acredita que a partida contra a equipe mineira é uma das raras oportunidades no campeonato para sua equipe ratificar o bom futebol das últimas apresentações, porém com resultados positivos como o que aconteceu na rodada passada, quando conquistou a primeira vitória diante do Fluminense.

Sobre a formação de sua equipe, ele deixou de lado o mistério e anunciou a escalação de Xaves no lugar do volante Marcus Winícius. Xaves entra na equipe credenciado pelo fato de já ter jogado várias vezes no Mineirão defendendo o Atlético Mineiro e isso, conforme Silas, conta a favor de sua equipe.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCampeonato BrasileiroAvaí

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.