Avaí leva 2 no fim em Goiânia e perde chance de liderar Série B

Thiago Primão é o destaque da partida com dois gols marcados nos acréscimos após entrar no decorrer do segundo tempo

Estadão Conteúdo

14 de outubro de 2014 | 23h21

O Avaí perdeu a chance de assumir a liderança provisória do Campeonato Brasileiro da Série B, nesta terça-feira, ao perder para o Atlético Goianiense por 2 a 0, no estádio Serra Dourada, em Goiânia, na abertura da 30.ª rodada. Melhor para a Ponte Preta, que continua na ponta da tabela pelo menos até os jogos do próximo sábado. O destaque foi o meia Thiago Primão, que entrou no decorrer do segundo tempo e marcou os dois gols no finalzinho, nos acréscimos, aos 48 e aos 49 minutos.

Na terceira colocação, com 52 pontos, o Avaí só não corre risco de deixar o G4 no complemento da rodada porque Joinville - 4.º, com 51 pontos - e Ceará - 5.º, com 50 - se enfrentam na Arena Joinville. Por outro lado, o Atlético chegou ao quinto jogo sem derrota - três vitórias e dois empates - e subiu para o oitavo lugar, com 43 pontos.

Atlético e Avaí protagonizaram um primeiro tempo bastante movimentado e com muitos lances de perigo. Aos 15 minutos, Bruno Mendes cruzou, Anderson Lopes dominou e bateu na trave de Márcio. Na sequência, foi o time goiano que assustou. William Arão soltou a bomba e Vágner apenas observou a bola explodir na trave.

O Atlético ainda perderia duas oportunidades claras com Josimar. Na melhor delas, Pablo salvou em cima da linha. Já o

goleiro Márcio se viu obrigado a trabalhar em chutes de Anderson Lopes e Diego Jardel.

Diferente do primeiro tempo, a etapa final não foi muito movimentada e teve poucos lances de perigo. Apesar do Atlético ter tido mais posse de bola, quem esteve perto de abrir o placar em duas oportunidades foi o Avaí. A emoção, porém, ficou guardada para os minutos finais. Aos 48 minutos, Thiago Primão desviou cobrança de escanteio e abriu o placar para os goianos. No minuto seguinte, o goleiro Vágner saiu jogando errado e a bola caiu nos pés de Primão, que dominou e marcou um golaço do meio de campo.

Os dois times voltam a campo apenas na próxima terça, pela 31.ª rodada. O Atlético recebe o Luverdense, às 21h50, novamente no estádio Serra Dourada, em Goiânia. Já o Avaí faz um confronto direto por uma vaga no G4 contra a Ponte Preta, às 19h30, no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas.

SUSPENSÃO

Julgado na noite desta terça, no Rio, por injúria racial, o zagueiro Antônio Carlos, do Avaí, foi punido com cinco jogosde suspensão e uma multa de R$ 10 mil. O incidente aconteceu no dia 27 de setembro, na partida entre Avaí e Boa, no estádio da Ressacada, em Florianópolis.

O atacante Francis, do time mineiro, disse ter sido chamado de "macaco" por Antônio Carlos e, depois da partida, se dirigiu até uma delegacia para registrar um boletim de ocorrência. O clube catarinense vai recorrer da decisão e pedir um efeito suspensivo para que o zagueiro possa entrar em campo contra a Ponte Preta.

FICHA TÉCNICA

ATLÉTICO-GO 2 x 0 AVAÍ

ATLÉTICO-GO - Márcio; Caramelo, Artur, Lino e Diogo Barbosa; William Arão, Pedro Bambu, Luciano Sorriso (Juninho) e Jorginho (Thiago Primão); André Luís e Josimar (Diogo Campos). Técnico: Wagner Lopes.

AVAÍ - Vagner; Bocão, Pablo, Bruno Maia e Eltinho; Julio César, Eduardo Neto, Diego Felipe e Diego Jardel; Anderson Lopes e Bruno Mendes (Héber). Técnico: Geninho.

GOLS - Thiago Primão, aos 48 e aos 49 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Pedro Bambu (Atlético-GO); Pablo (Avaí).

ÁRBITRO - Andrey da Silva e Silva (PA).

RENDA - R$ 9.080,00.

PÚBLICO - 849 pagantes.

LOCAL - Estádio Serra Dourada, em Goiânia (GO).

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSérie BAtlético-GOAvaí

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.