Frederico Tadeu/ Avaí FC
Frederico Tadeu/ Avaí FC

Avaí mantém a esperança de quebrar jejum de vitórias diante do líder Corinthians

Equipe precisa vencer para sair da zona de rebaixamento; partida acontece neste sábado, em Itaquera

Estadao Conteudo

11 Novembro 2017 | 08h06

O Avaí teve pouco tempo para trabalhar após a derrota por 2 a 1 para o Bahia na última quarta-feira, em Florianópolis. Precisando vencer para sair da zona de rebaixamento, o time do técnico Claudinei Oliveira viajou para enfrentar o líder Corinthians no estádio Itaquerão, em São Paulo, pela 34.ª rodada do Campeonato Brasileiro. O jogo está marcado para as 19 horas deste sábado e pode encerrar a sequência de três jogos sem vencer dos catarinenses, com duas derrotas e um empate.

+ Corinthians enfrenta o Avaí e 'apresenta' o jovem Caíque

+ Título do Brasileiro pode deixar elenco do Corinthians com o bolso cheio

Além do Bahia, o Avaí já vinha de derrota fora para o Coritiba, por 4 a 0, e um empate em casa com o Grêmio, por 2 a 2, e segue estacionado nos mesmos 35 pontos, na vice-lanterna da competição. O Vitória, primeiro time fora da zona de rebaixamento, tem 38 e joga apenas neste domingo contra o Grêmio, em Porto Alegre. Restando cinco jogos, o clube catarinense trata cada jogo como uma decisão para se manter na primeira divisão nacional.

"Do mesmo jeito que perdemos em casa, nós podemos vencer fora. Nosso time costuma ir bem fora porque nos defendemos e saímos nos contra-ataques", manteve o discurso Claudinei Oliveira.

Como acumulou três cartões amarelos, o volante Pedro Castro está suspenso e nem viajou com a delegação para São Paulo. Ele deve ser substituído por Wellington Simião, que já entrou no decorrer do jogo contra o Bahia e foi titular em algumas partidas da temporada.

Peça fundamental no meio de campo, Marquinhos também está confirmado. Ao lado dos jogadores que atuaram os 90 minutos, ele fez apenas um trabalho regenerativo em Florianópolis. No último jogo, fez um gol histórico, de falta, ao atingir a marca de 58 gols. Com isso, se tornou no maior artilheiro do estádio da Ressacada. "A marca foi importante para minha carreira, mas meu objetivo ainda é manter o Avaí na elite em 2018", disse o meia.

Na lateral direita, Leandro Silva cumpriu a suspensão automática e volta a ficar à disposição de Claudinei Oliveira, mas ainda não está confirmado no time titular. O treinador costuma dar prioridade aos jogadores que voltam de punição, mas, como vinha em baixa, pode perder a posição para Maicon, que agradou no último jogo. Como o adversário é o líder do campeonato, jogando em casa, o técnico pode priorizar a experiência do veterano.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.