André Palma Ribeiro / Avaí
André Palma Ribeiro / Avaí

Avaí pega o Bahia para esquecer goleada e sair da zona da degola do Brasileirão

Na vice-lanterna, time catarinense tem tabela complicada nas próximas rodadas

Estadão Conteúdo

08 Novembro 2017 | 06h26

Goleado por 4 a 0 pelo Coritiba na rodada passada, fora de casa, em jogo no qual esperava mais equilíbrio, o Avaí volta a campo às 19h30 desta quarta-feira para enfrentar o Bahia, pela 33.ª rodada do Campeonato Brasileiro, desta vez no estádio da Ressacada, em Florianópolis. É mais um jogo considerado decisivo para que o time catarinense tenha condições de se reabilitar, já que vai encarar adversários duros nas rodadas seguintes.

+ Na luta para não cair, Ponte Preta vê como obrigação vencer o Grêmio em casa

Depois do jogo contra o Bahia vão restar cinco jogos. Entre eles, quatro serão contra times do atual G7: Corinthians, Cruzeiro, Palmeiras e Santos, nesta ordem, mas com um encontro contra o Atlético Paranaense antes de encarar a equipe santista. "Eu acredito que essa equipe vá dar a resposta. Olhamos para a tabela, vemos adversários próximos e a teoria não tem se confirmado no Brasileiro", disse o goleiro Douglas.

O Avaí é o vice-lanterna, com os mesmos 35 pontos de Ponte Preta e Vitória, que estão logo acima, também dentro da zona de rebaixamento. Se vencer, pode deixar a degola, mas isso depende das combinações de resultados envolvendo os rivais.

O técnico Claudinei Oliveira encerrou a preparação nesta terça-feira e confirmou o time com alterações nas duas laterais. Na direita, Leandro Silva está suspenso e vai ser substituído por Maicon, que ganhou a disputa pela posição com Diego Tavares. No lado esquerdo, João Paulo retorna de suspensão e retoma a vaga que foi preenchida por Capa em Curitiba.

"São mudanças naturais. O importante é mantermos aquela garra e determinação. Temos que nos superar porque é obrigação vencer em casa", discursou Claudinei Oliveira.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.