Avaí quer pressionar o Santos para respirar na tabela

Vencer o Santos para permanecer na Serie A do Campeonato Brasileiro de 2011 é a única condição reservada ao Avaí na partida deste domingo, às 17 horas, no estádio da Ressacada, em Florianópolis. O time ocupa a 16ª posição e ainda terá que contar com tropeços de adversários que também lutam nas últimas rodadas contra o rebaixamento.

JULIO CASTRO, Agência Estado

28 de novembro de 2010 | 09h27

É o caso da torcida por uma derrota do Vitória diante do Internacional, em Porto Alegre. Os três pontos em casa, combinados com derrota baiana praticamente definem a permanência da equipe catarinense na primeira divisão do ano que vem.

O jogo terá casa cheia, já que todos os cerca de 18 mil ingressos se esgotaram na manhã de sexta-feira. E o técnico Vagner Benazzi mantém o mistério quanto ao time que entrará em campo. Ele explica o segredo pela espera da definição do Santos, especialmente para ter a

certeza se o atacante Neymar estará escalado para a partida.

Benazzi já sabe que não poderá contar com atacante Roberto e o goleiro Zé Carlos, lesionados. Os meias Diogo Orlando e Jeferson também estão suspensos. Diante dos problemas, ele deverá mandar a campo um time no 4-4-2. "Em termos táticos, estamos treinando da mesma

forma que fizemos para enfrentar o Atlético goianiense, mas a gente não tem certeza se vamos jogar", comentou o zagueiro Emerson Nunes.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCampeonato BrasileiroAvaí

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.