André Palma Ribeiro / Avaí EC
André Palma Ribeiro / Avaí EC

Avaí quer voltar a vencer em casa e quebrar série de três derrotas consecutivas

Artilheiro da equipe volta ao time após cumprir suspensão

Estadão Conteúdo

18 Outubro 2017 | 07h14

A derrota por 1 a 0 para o Fluminense, no último domingo, no Rio de Janeiro, custou caro aos planos do Avaí, que segue na zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro. Há cinco jogos sem vencer, com dois empates e três derrotas seguidas, o clube estacionou nos 30 pontos e acendeu de vez o sinal de alerta no estádio da Ressacada, em Florianópolis, palco da partida desta quarta-feira contra o Botafogo. Com todos os jogadores à sua disposição, o técnico Claudinei Oliveira sabe que se tornou imperativo vencer, a partir das 21h45, pela 29.ª rodada.

+ Coritiba tenta reagir contra o Cruzeiro após semana de polêmicas e incertezas

+ Atrás da reabilitação, Atlético-GO joga contra o Vasco no estádio Serra Dourada

"Sabemos que nós não fomos bem nos últimos jogos. Nem tudo está perdido e o que nos resta é só a vitória. Primeiro vencer nosso próximo compromisso em casa e depois pensar em vencer a Ponte Preta, que é nosso adversário no final de semana (em Campinas). Vamos continuar pensando jogo a jogo", expôs o treinador confiante na reabilitação.

Na verdade, o plano inicial era ter um bom aproveitamento em casa e buscar alguns pontos fora. Mas nas últimas rodadas isso não saiu como previsto. O time perdeu em casa para o Vasco, por 2 a 1, e também para o lanterna Atlético Goianiense, por 2 a 0. Sem contar o empate, por 1 a 1, com o Atlético Mineiro, tendo vencido pela última vez diante de sua torcida no duelo estadual contra a Chapecoense, por 1 a 0, no dia 27 de agosto, pela 22.ª rodada.

Após a derrota no Maracanã, o lateral-direito Leandro Silva reconheceu que a atuação do grupo esteve abaixo do esperado. "Se jogássemos um pouco mais, com certeza, não teríamos perdido lá no Rio", resumiu.

Artilheiro avaiano na competição com seis gols, o atacante Júnior Dutra volta ao time titular depois de cumprir suspensão automática. Mesma situação vivida pelo volante Judson. Os dois entram nas vagas de Luan Pereira e Lucas Otávio, respectivamente. O restante do time deve ser o mesmo dos últimos jogos, mesmo pela filosofia do técnico.

Mais conteúdo sobre:
futebol Avaí Futebol Clube

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.