Avaí vence Atlético-GO e deixa zona de rebaixamento

Com o triunfo por 3 a 0 na Ressacada, time catarinenese empurrou o Vitória para a zona da degola

JÚLIO CASTRO, Agência Estado

21 de novembro de 2010 | 22h00

Em jogo marcado pelo recorde de público na Ressacada no Campeonato Brasileiro - 17.800 torcedores - o Avaí conquistou a segunda vitória seguida na competição. Neste domingo, derrotou o Atlético Goianiense por 3 a 0, com dois gols do meia Jeferson e saiu, depois de seis rodadas, da zona de rebaixamento. A equipe catarinense, agora, ocupa a 16ª colocação na tabela com 40 pontos, mesma pontuação do Atlético-GO, que está em 15º lugar.

Veja também:

BRASILEIRÃO - tabela Classificação listaResultados

especial Simulador do Brasileirão

O time catarinense volta a jogar no próximo domingo diante do Santos, também em Florianópolis, em partida válida pela penúltima rodada do Brasileirão. Já o Atlético-GO receberá o São Paulo, no Estádio Serra Dourada, em Goiânia.

O Avaí dominou o primeiro tempo. Permanentemente no campo adversário, o time catarinense lutou com todas as forças empurradas pelo melhor público em seu estádio no torneio. Numa partida extremamente nervosa e diante de um adversário voltado a conter seu ímpeto ofensivo com forte marcação e algumas faltas, o Avaí conseguiu dominar o jogo permanecendo no campo de ataque durante grande parte da primeira etapa.

Já aos quatro minutos, o Avaí desperdiçou grande chance com excelente defesa do goleiro Márcio na finalização do atacante Vandinho. O Atlético respondeu somente aos dez minutos, com chute de Juninho contra o bem posicionado goleiro Renan. Aos 23 minutos, o time catarinense perdeu gol feito com o lateral Patric, embaixo do gol, chutando por cima da trave.

Quando o jogo deu uma esfriada e logo após a expulsão do lateral Thiago Feltri, o Avaí levantou a torcida na Ressacada em cobrança de falta. Aos 40 minutos, o lateral Eltinho cruzou na área, a bola desviou em Pituca e entrou.

Mesmo com o incentivo da torcida do Avaí e jogando com um homem a mais, o time da casa não conseguiu impor o mesmo ritmo na segunda etapa. Administrando o resultado, a equipe catarinense cedeu espaços para o Atlético e, pelo menos até metade da segunda etapa, se limitou a levantar bolas na área atleticana.

Aos 30 minutos, Vandinho cobrou pênalti, mas o goleiro Márcio fez a defesa. Porém o vacilo não impediu que o time catarinense deslanchasse no restante da etapa. Aos 38 minutos, o meia Jeferson, cinco minutos depois de entrar em campo, arriscou de longe certeiro no canto. Não demorou e o mesmo Jeferson, aos 42 minutos, em cobrança de falta, fez o terceiro do Avaí para o delírio dos mais de 18 mil torcedores na Ressacada.

O Avaí volta a jogar no próximo domingo diante do Santos, também em Florianópolis. Já o Atlético enfrentará o São Paulo, em Goiânia.

AVAÍ - 3 - Renan; Patric, Emerson Nunes, Émerson e Eltinho; Diogo Orlando, Batista, Rudnei (Jeferson) e Caio; Davi (Bruno) e Vandinho (Daniel). Técnico - Vagner Benazzi.

ATLÉTICO-GO - 0 - Márcio, Adriano, Gilson, Jairo e Thiago Feltri; Agenor (Anaílson), Pituca, Robston e Renatinho (Willian); Juninho e Marcão (Elias). Técnico - René Simões.

Gols - Eltinho, aos 40 minutos do primeiro tempo; Jeferson, aos 38 e aos 41 minutos do segundo tempo; Cartões amarelos - Diogo Orlando, Jeferson e Bruno (Avaí); Jairo e Juninho (Atlético-GO); Cartão vermelho - Thiago Feltri (Atlético-GO); Árbitro - Evandro Rogério Roman (Fifa-PR); Renda - R$ 69.980,00; Público - 17.800 pagantes; Local - Estádio da Ressacada, em Florianópolis (SC).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.