Avaí vence em Campinas e afunda Guarani na tabela

O Avaí estragou a festa da torcida do Guarani, nesta terça-feira, ao vencer o anfitrião por 2 a 0, no Estádio Brinco de Ouro da Princesa, pela 17ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. O time de Campinas celebrava o 34º aniversário da conquista do inédito título brasileiro de 1978.

AE, Agência Estado

15 de agosto de 2012 | 00h09

O time campineiro teve um atuação tão apagada quanto a campanha na Série B. Sem produzir durante quase toda a partida, o Guarani segue próximo da zona de rebaixamento, com 18 pontos, na 16ª posição, na beira da zona da degola. O Avaí, por sua vez, segue sonhando com o G4. Ao somar mais três pontos, assumiu o oitavo lugar, com 27.

Vadão, treinador do Guarani, tentou mandar a campo uma formação mais ofensiva com três meias - Renato Ribeiro, Danilo Sacramento e Kleiton Domingues -, mas a escalação claramente não funcionou. Sem movimentação e muito lento, o time campineiro não tinha saída de bola e aceitava facilmente a marcação do Avaí.

Tranquilo na partida, os visitantes abriram o placar em uma falha do sistema defensivo bugrino. Após cobrança de falta de Cléber Santana, Emerson e André Leone se enrolaram e Felipe Alves aproveitou para bater contra o gol vazio, aos 34 minutos. O estrago só não foi maior para o time campineiro, pois Laércio, depois de boa jogada individual, na qual passou até por Emerson, acertou o travessão.

O treinador do time catarinense tentou colocar o jovem Juninho para dar mais mobilidade ao time no intervalo, mas nada mudou. Aos 6 minutos, Laércio caiu na área e o árbitro assinalou pênalti. Na cobrança, Cléber Santana usou toda sua experiência para deslocar Emerson e definir o placar da partida, logo aos seis minutos.

Depois o que se viu foi um festival de passes errados e precipitações, sem levar perigo ao goleiro Diego, que quase não teve trabalho.

Os dois times voltam a campo na próxima sexta-feira, às 21 horas. O Avaí recebe o Barueri, no Estádio da Ressacada, em Florianópolis, enquanto o Guarani encara o CRB, em Campinas, no mesmo horário.

FICHA TÉCNICA:

GUARANI 0 x 2 AVAÍ

GUARANI - Emerson; Fábio Bahia, Rodrigo Arroz, André Leone e Alex Barros (Rafinha); Jackson, Ademir Sopa, Renato Ribeiro, Danilo Sacramento e Kleiton Domingues (Juninho); Schwenck. Técnico: Vadão

AVAÍ - Diego; Arlan (Wagner Diniz), Renato Santos, Leandro Silva (Jailton) e Julinho; Rodrigo Thiesen, Bruno, Diogo Orlando e Cleber Santana; Felipe Alves e Laércio (Nenê Bonilha). Técnico: Hemerson Maria.

GOLS - Felipe Alves, aos 34 minutos do primeiro tempo. Cléber Santana (pênalti), aos 6 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Schwenck e Fábio Bahia (Guarani); Arlan, Felipe Alves e Rodrigo Thiesen (Avaí).

ÁRBITRO - Anderson Daronco (RS).

RENDA - R$ 15.920,00

PÚBLICO - 1.240 pagantes.

LOCAL - Estádio Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas (SP).

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSérie BGuaraniAvaí

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.