Reprodução/Site Guarani
Reprodução/Site Guarani

Avaí supera Guarani em Campinas e sobe para 3º lugar na Série B

Os dois times voltam a campo às 16h30 do próximo sábado, para a disputa da 32ª segunda rodada

Estadão Conteúdo

13 Outubro 2018 | 19h06

O Avaí ampliou a boa fase neste sábado ao derrotar o Guarani por 2 a 1, em Campinas, e subir para o terceiro lugar da tabela da Série B do Campeonato Brasileiro. O resultado, obtido no estádio Brinco de Ouro da Princesa, afastou a equipe paulista da briga pelo G4 da tabela.

O time de Campinas entrou em campo com a possibilidade de igualar a pontuação do Avaí. Mas acabou caindo da quinta para a sexta colocação, com 45 pontos, e agora tem cinco a menos que o quarto colocado, o CSA, que tem 50. O time catarinense subiu para o terceiro lugar, com 51 pontos, caminhando com segurança para conseguir uma vaga na elite.

O Guarani iniciou o jogo com volume no ataque, mas não mostrou efetividade e foi surpreendido aos 11 minutos, quando Renato recebeu lindo passe de Rodrigão e ajeitou de cabeça para Getúlio abrir o placar ao visitante. O gol sofrido afetou bastante o time campineiro, que demorou em reencontrar a confiança.

O time da casa mostrou bastante nervosismo e errou muitos passes, além de sofrer com as investidas do Avaí no ataque. Nos minutos finais do primeiro tempo, no entanto, conseguiu o empate. Aos 40, Matheus Oliveira cobrou escanteio e Philipe Maia cabeceou no canto.

No segundo tempo, o Guarani mostrou evolução e passou a aproveitar melhor os espaços no campo de ataque. A grande chance veio aos 17 minutos, quando Bruno Mendes recebeu dentro da área e acertou o travessão antes de levar um balde de água fria.

Um minuto depois da chance perdida pelos donos da casa, aos 18, Rodrigão deu uma boa enfiada de bola para Renato, que ficou cara a cara com Agenor. O atacante tocou por baixo e recolocou o Avaí à frente do placar.

Depois do gol, a equipe catarinense seguiu melhor e dominou o Guarani. Aos 27, Renato teve a oportunidade de ampliar em cobrança de pênalti cometido por Agenor sobre Getúlio, mas bateu muito forte e mandou para fora. Bem por cima do travessão. A chance perdida, no entanto, não comprometeu e o Avaí conseguiu segurar o resultado segurando a pressão desordenada do time paulista.

Os dois times voltam a campo às 16h30 do próximo sábado, para a disputa da 32ª segunda rodada. O Guarani visita o Boa no Estádio do Melão, em Varginha (MG). O Avaí vai receber o Oeste na Ressacada, em Florianópolis (SC).


FICHA TÉCNICA:

GUARANI 1 x 2 AVAÍ

GUARANI - Agenor; Kevin (Rafael Longuine), Philipe Maia, Fabrício e Pará; Willian Oliveira, Ricardinho, Matheus Oliveira, Rondinelly (Marcão) e Matheus Anjos (Caíque); Bruno Mendes. Técnico: Umberto Louzer.

AVAÍ - Maurício Kozlinski; Guga, Airton, Betão e Capa (Iury); Judson, Matheus Barbosa e Pedro Castro (Marquinhos Silva); Renato, Getúlio (Jones Carioca) e Rodrigão. Técnico: Geninho.

GOLS - Getúlio, aos 11, e Philipe Maia, aos 40 minutos do primeiro tempo. Renato, aos 18 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Capa, Getúlio, Matheus Barbosa, Pedro Castro e Renato (Avaí).

ÁRBITRO - Rodrigo Batista Raposo (DF).

RENDA - R$ 58.388,00.

PÚBLICO - 5.111 pagantes.

LOCAL - Estádio Brinco de Ouro, em Campinas (SP).

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.