Avaí vence o Santos e se livra do rebaixamento

Equipe santista chegou a abrir dois gols de vantagem, mas permitiu a virada para 3 a 2

AE, Agência Estado

28 de novembro de 2010 | 19h08

Caio brilhou neste domingo. Depois do Santos abrir dois gols de vantagem na Ressacada, o meia marcou três vezes e liderou o Avaí na vitória de virada por 3 a 2, em partida válida pela 37.ª rodada do Campeonato Brasileiro. O resultado livrou o time catarinense do rebaixamento.

Veja também:

BRASILEIRÃO - tabela Classificação listaResultados

especial Simulador do Brasileirão

Esta foi a terceira vitória consecutiva do Avaí, que chegou aos 43 pontos e assumiu a 14.ª colocação. Assim, a equipe se garantiu na frente ao menos de Atlético Goianiense ou Vitória, que têm 41 e se enfrentam na última rodada - o Guarani foi rebaixado neste domingo após perder do Grêmio.

O Santos, por sua vez, permanece com 55 pontos e cumpre tabela no próximo domingo contra o Flamengo, enquanto o time catarinense enfrenta o Atlético Paranaense fora de casa.

Na partida deste domingo, o Avaí dominou as ações no primeiro tempo e criou inúmeras chances, mas foi surpreendido em dois rápidos contra-ataques do Santos, ambos com participação decisiva de Neymar - fez, inclusive, o segundo. A reação veio com Caio, que marcou duas vezes antes do intervalo, um dos gols após fintar toda a defesa adversária. No segundo tempo, as duas equipes diminuíram o ritmo e pouco criaram até o meia do Avaí definir o placar, aos 36 minutos.

Precisando da vitória para se distanciar da zona de rebaixamento, o Avaí começou pressionando, sem deixar o Santos chegar ao campo de ataque. Logo aos dois minutos, Eltinho cobrou falta com perigo e assustou Rafael. Aos três, após boa triangulação, Caio recebeu na entrada da área e chutou em cima da marcação. Patric também tentou aos cinco, mas finalizou nas mãos do goleiro.

Aos poucos, o Santos foi equilibrando o confronto, sobretudo com a boa movimentação de Neymar pela esquerda. E foi dos pés do atacante que saiu o primeiro gol. Após dar bonita finta em um marcador, ele cruzou rasteiro e Keirrison completou. Renan ainda espalmou, mas a bola bateu em um jogador do Avaí e voltou para o gol.

A pressão do Avaí aumentou ainda mais nos minutos seguintes. Rafael, no entanto, salvou o Santos em finalizações de Robinho, Eltinho e Caio. Quando o goleiro não apareceu, Vandinho cabeceou bola perigosa por cima do gol. Novamente Eltinho fez boa jogada aos 19 minutos, mas chutou para fora.

Pecando nas finalizações, o Avaí seguiu assustando o Santos e quase empatou aos 26, quando Rudnei recebeu na área, girou sobre a marcação e bateu para fora. Quando Robinho, enfim, acertou bom chute três minutos depois, forte e no canto, Rafael fez grande defesa e salvou o Santos.

E no momento em que o time catarinense mais se aproximava do empate, a estrela de Neymar brilhou novamente. Aos 32, ele foi lançado em rápido contra-ataque, invadiu a área e ampliou com um toque sutil no canto. O atacante teve chance de fazer o terceiro cinco minutos depois, em novo contragolpe, mas tentou chute por cobertura e colocou a bola nas mãos de Renan.

Mesmo em desvantagem de dois gols, o Avaí não desistiu. E, com grande participação de Caio, chegou ao empate ainda na etapa inicial. Primeiro, o meia driblou três marcadores e bateu na saída do goleiro, descontando aos 41 com um belo gol. Cinco minutos depois, ele arriscou de fora da área e contou com a falha de Rafael para assegurar a igualdade.

Depois de um primeiro tempo movimentado, as duas equipes voltaram em ritmo mais lento após o intervalo. O Avaí só chegou a primeira vez aos nove, em chute sem grande perigo de Caio. Davi também tentou em cobrança de falta três minutos depois, mas bateu para fora. Aos 16, Durval quase fez, contra, o gol da virada.

Mesmo com maior domínio de jogo, o time catarinense pouco conseguiu criar nos minutos finais. Daniel tentou primeiro aos 26, ao passar por um marcador e chutar nas mãos de Rafael, e em cabeçada para fora aos 28. No minuto seguinte, Caio deu grande passe e deixou Davi na cara do gol, mas o atacante foi travado no momento da finalização.

Quando o empate parecia que prevaleceria, Caio novamente decidiu. Aos 36, ele passou por um marcador e acertou lindo chute de fora na área, no ângulo, garantindo a vitória do Avaí e a permanência na primeira divisão. Nos minutos finais, o meia ainda foi substituído e foi ovacionado pela torcida.

AVAÍ - 3 - Renan; Patric, Emerson Nunes, Emerson e Eltinho; Bruno Silva, Rudnei, Batista e Caio (Dinélson); Robinho (Davi) e Vandinho (Daniel). Técnico: Vágner Benazzi. 

SANTOS - 2 - Rafael; Pará (Zé Eduardo), Bruno Aguiar, Durval e Léo; Arouca, Adriano (Danilo), Rodrigo Possebon (Alex Sandro) e Felipe Anderson; Keirrison e Neymar. Técnico: Marcelo Martelotte.

Gols - Keirrison, aos nove, Neymar, aos 32, e Caio, aos 41 minutos e aos 46 minutos do primeiro tempo; Caio, aos 36 minutos do segundo tempo; Árbitro - Sandro Meira Ricci (DF); Cartões amarelos - Neymar, Adriano, Keirrison, Arouca, Rodrigo Possebon, Durval, Danilo, Emerson e Bruno Silva; Renda e público - não disponíveis; Local - estádio da Ressacada, em Florianópolis (SC).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.