André Palma Ribeiro/Avaí FC
André Palma Ribeiro/Avaí FC

Avaí visita Atlético-MG na estreia com meta de se firmar na elite nacional

Comandado por Geninho neste ano, o time catarinense alterna entre Primeira e Segudna divisões há cinco anos

Redação, Estadão Conteúdo

27 de abril de 2019 | 13h00

Desde 2014 alternando entre a elite e a Série B do Campeonato Brasileiro, o Avaí espera finalmente se firmar entre os principais clubes do País. O primeiro passo pode ser dado neste sábado, quando estreia diante do Atlético-MG, em Belo Horizonte.

Para estrear com o pé direito, Geninho vai manter a base que conquistou o Campeonato Catarinense sobre a Chapecoense, nos pênaltis, no último domingo. O artilheiro Daniel Amorim e o lateral-esquerdo Igor Fernandes foram vetados pelo departamento médico.

Assim, a principal novidade vai ser na lateral com a estreia de Paulinho. O jogador foi contratado depois de se destacar no Marcílio Dias. O mesmo aconteceu com o volante Luanderson, mas ele será apenas opção no banco de reservas.

No clube desde 2017, o zagueiro Betão já experimentou os dois sentimentos: foi rebaixado para a Série B e no ano passado conquistou o retorno à elite. Experiente, o capitão espera que 2019 seja diferente.

"É ruim (brigar na parte de baixo da tabela), porque você fica jogando no limite. Eu falo para o pessoal: não podemos pensar assim, para não precisar ficar jogando no limite. O Avaí precisa mudar esse patamar, chegou o momento da gente não ser mais o azarão e sim um protagonista", afirmou Betão.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.