Cesar Greco/Palmeiras
Cesar Greco/Palmeiras

Avião do Palmeiras não consegue pousar e tem rota desviada para Buenos Aires

Membros da delegação chegaram a passar mal durante a manobra de arremetida por causa de ventos fortes

Redação, Estadao Conteudo

21 de julho de 2019 | 11h19

Uma intempérie assustou a delegação do Palmeiras na madrugada deste domingo. O avião com a comissão técnica e os jogadores arremeteu duas vezes em razão dos fortes ventos na região e não conseguiu pousar em Mendoza, na Argentina, palco do jogo do time alviverde contra o Godoy Cruz, na próxima terça-feira, às 21h30 (de Brasília), pelas oitavas de final da Copa Libertadores.

Como medida de segurança à arremetida - interrupção do pouso em virtude de condições adversas e subida brusca a fim de voltar a ganhar altura para seguir com o voo e tentar o pouso novamente, se for o caso - o piloto do avião alterou a rota para a cidade de Rosário.

De Rosário, o grupo palmeirense foi para a capital Buenos Aires, onde permanecerá pelo menos neste domingo. Ainda não há previsão de quando e como será o deslocamento para Mendoza. Mas deve acontecer na segunda-feira. Os momentos de tensão por causa da arremetida causaram enjoo em alguns membros da delegação. Eles chegaram a vomitar dentro da aeronave. Seus nomes não foram revelados.

A delegação estava em voo fretado da GOL que saiu, na noite de sábado, de Fortaleza, onde o Palmeiras perdeu a invencibilidade de 33 partidas no Campeonato Brasileiro ao ser derrotado pelo Ceará por 2 a 0, em duelo da 11ª rodada. A equipe alviverde lidera o torneio nacional, com 26 pontos, os mesmo número do Santos, mas tem melhor saldo de gols.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolPalmeiras

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

  • Raí valoriza montagem do elenco do São Paulo para o Brasileirão
  • Em crise, Figueirense se movimenta para evitar novo W.O.
  • Corinthians, Palmeiras e São Paulo tem as melhores defesas do Campeonato Brasileiro
  • Podcast: personalidades do esporte analisam a situação do futebol no Brasil
  • Bruno Henrique vibra com gols no Maracanã: 'Semana mais feliz da minha vida'

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.