Baderneiros serão julgados nos estádios da Copa

A justiça alemã atuará com rapidez perante qualquer delito cometido durante a Copa do Mundo e vai utilizar todos os mecanismos necessários para realizar julgamentos rápidos contra os infratores, incluindo um promotor em cada estádio do torneio. A informação foi divulgada nesta quarta-feira pelo promotor-geral de Hessen (oeste do país), Dieter Anders, na conferência geral das procuradorias alemãs. Além da presença de promotores nos estádios e de juízes preparados para tomar decisões nesses julgamentos rápidos, a polícia terá sob controle todos os lugares públicos onde as partidas forem transmitidas ao vivo por telão. Desse modo, a polícia pretende facilitar as detenções de baderneiros, que serão submetidos aos julgamentos rápidos. Mesmo assim, Anders acredita que será muito difícil controlar os grupos violentos que ficam espalhados pelas cidades. A Copa do Mundo começa no dia 9 de junho, com o jogo entre Alemanha e Costa Rica.

Agencia Estado,

24 Maio 2006 | 11h03

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.