EC Bahia
EC Bahia

Bahia bate Athletico-PR na estreia de Guto Ferreira e deixa zona de rebaixamento

Rai Nascimento e Gilberto marcam, equipe tricolor assume a 16ª posição e devolve o Sport ao Z-4

Redação, Estadão Conteúdo

09 de outubro de 2021 | 21h11

O Bahia quebrou uma série de cinco jogos sem vitória no Campeonato Brasileiro ao derrotar o Athletico-PR por 2 a 0, na noite deste sábado, na Arena da Baixada, em Curitiba, pela 25ª rodada. Guto Ferreira iniciou sua trajetória no time tricolor com um bom triunfo, que tirou a equipe provisoriamente da zona de rebaixamento.

Com o resultado, o Bahia chegou aos 26 pontos, subindo para a 16ª colocação. O Athletico, por sua vez, perdeu a oportunidade de entrar na zona de classificação para a próxima Copa Libertadores e ficou parado nos 33.

Na estreia pelo Bahia, Guto Ferreira resolveu alterar algumas posições, a exemplo do goleiro Danilo Fernandes. Contratado junto ao Internacional, ele voltou a ganhar uma oportunidade entre os titulares. O treinador deu um novo fôlego para uma equipe que vem brigando contra o rebaixamento.

Maior artilheiro de um clube do Nordeste na Série A, o atacante Gilberto chegou a 41 gols com o Bahia na competição. O atacante liderou e definiu a vitória do clube tricolor, que fez um grande jogo, anulou o Athletico e se reabilitou na tabela de classificação.

Enquanto Bissoli era o jogador mais perigoso do Athletico, o Bahia apostava nas laterais para pressionar o adversário, sempre buscando o atacante Gilberto. O time visitante abriu o marcador aos 43 minutos. O camisa 9 deu um leve desvio para Raí Nascimento, na cara do gol, dominar e chutar rasteiro para o fundo das redes.

O Bahia continuou melhor no segundo tempo e brilhou a estrela do artilheiro. Aos quatro minutos, Juninho Capixaba, em mais uma boa arrancada pelo lado pela lateral, cruzou na medida para Gilberto. Dentro da área, o atacante ampliou o marcador.

Em boa vantagem, o Bahia recuou e chamou o Athletico para o campo de defesa. O time paranaense foi para a pressão, e perdeu uma oportunidade atrás da outra. Pedro Henrique parou na defesa do goleiro Danilo Fernandes, enquanto Khellven mandou por cima do gol.

A pressão continuou até o final, mas o Athletico não conseguiu chegar ao gol. Em belo chute de Nikão, a bola bateu no travessão. O Bahia segurou até o fim e confirmou a vitória após quatro jogos.

Na próxima rodada, o Bahia enfrenta o Palmeiras na terça-feira, às 21h30, na Arena Fonte Nova, em Salvador (BA). Na quarta-feira, às 19h, o Athletico visita a Chapecoense, na Arena Condá, em Chapecó (SC).

FICHA TÉCNICA:

ATHLETICO-PR 0 x 2 BAHIA

ATHLETICO-PR - Santos; Pedro Henrique, Thiago Heleno e Zé Ivaldo (Pedrinho); Marcinho (Khellven), Erick, Richard (Renato Kayzer), Nikão, Terans (Pedro Rocha) e Nicolas; Bissoli (Christian). Técnico: Alberto Valentim.

BAHIA - Danilo Fernandes; Nino Paraíba, Gustavo Henrique, Luiz Otávio e Matheus Bahia (Isnaldo); Patrick de Lucca (Raniele), Lucas Mugni (Rodriguinho), Daniel (Edson) e Juninho Capixaba; Raí Nascimento (Ronaldo César) e Gilberto. Técnico: Guto Ferreira.

GOLS - Raí Nascimento, aos 43 minutos do primeiro tempo. Gilberto, aos 4 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Nikão (Athletico); Danilo Fernandes e Luiz Otávio (Bahia).

ÁRBITRO - Marcelo de Lima Henrique (RJ).

RENDA - R$ 67.830,00.

PÚBLICO - 3.340 pagantes.

LOCAL - Arena da Baixada, em Curitiba (PR).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.