Bahia bate CRB, mantém invencibilidade e vira vice-líder da Série B do Brasileiro

O Bahia segue imbatível na Série B do Campeonato Brasileiro. Neste sábado, no encerramento da terceira rodada, o time baiano derrotou o CRB por 3 a 0, no estádio Rei Pelé, em Maceió, manteve a invencibilidade e segue na cola do líder Náutico, com nove pontos e único com 100% de aproveitamento.

Estadão Conteúdo

24 de maio de 2015 | 03h37

Junto com Botafogo, Náutico e Sampaio Corrêa, o Bahia ainda não sabe o que é perder na segunda divisão nacional. Com sete pontos, o time tricolor baiano fica atrás apenas do pernambucano na tabela de classificação. O CRB, por sua vez, perdeu a segunda seguida e está na parte debaixo. Com três pontos, abre a zona de degola, em 17.º lugar.

A única animação no começo da partida foram as charangas da torcida do CRB nas arquibancadas do Rei Pelé. Os dois times começaram se respeitando muito e pouco atacaram. O Bahia tentou subir a marcação para ficar perto da meta rival, mas não finalizou contra o gol de Júlio César. Os alagoanos, por outro lado, tentaram explorar o lado direito e chegaram apenas uma vez, em finalização de Daniel Cruz.

O jogo de paciência dos visitantes funcionou da metade para o final da primeira etapa. Aos 34 minutos, depois de tanto tocar a bola na intermediária do adversário, o Bahia encontrou um pequeno espaço e abriu o placar. Pittoni recebeu a com liberdade de frente para o gol e arriscou. A bola foi no ângulo, sem chances para o camisa 1 alagoano.

Os donos da casa sentiram bastante o gol. Bom para o Bahia, que aproveitou outro vacilo para aumentar o marcador. Marlon entrou em diagonal, recebeu passe de Zé Roberto e tocou por cima, na saída do goleiro. O crescimento baiano antes do intervalo fez com que o CRB fosse para os vestiários do Rei Pelé debaixo de vaias.

O CRB melhorou no segundo tempo. A entrada do veterano Gerson Magrão deu a qualidade que faltou ao time alagoano na primeira etapa. O Bahia se fechou bem, mas começou a exagerar nas faltas e ficou com um jogador a menos aos 21 minutos, quando Souza entrou forte na dividida e recebeu o segundo cartão amarelo.

Mesmo com um jogador a mais, os alagoanos não conseguiram fazer pressão, finalizaram pouco contra a meta de Douglas Pires e acabaram levando o terceiro. Aos 48 minutos, Willians recebeu lançamento de Léo Gamalho, driblou o goleiro e rolou para o gol vazio.

O CRB volta a campo contra o Ceará, na próxima terça-feira, às 19h30, na Arena Castelão, em Fortaleza. O Bahia, por sua vez, encara o Paraná, na sexta, às 21h50, na Arena Fonte Nova, em Salvador.

FICHA TÉCNICA

CRB 0 x 3 BAHIA

CRB - Júlio César; Paulo Sérgio, Diego Jussani, Gabriel e Gleidson; Olívio, Leandro Brasília (Kenedy), Clebinho (Gerson Magrão) e Fernando; Maxwell e Daniel Cruz (Pingo). Técnico: Alexandre Barroso.

BAHIA - Douglas; Tony, Robson, Titi e Marlon; Pittoni, Souza e Tiago Real; Rômulo (Yuri), Zé Roberto (Willians) e Léo Gamalho. Técnico: Sérgio Soares.

GOLS - Pittoni, aos 32, e Marlon, aos 41 minutos do primeiro tempo; Willians, aos 48 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Clebinho (CRB); Zé Roberto, Pìttoni, Tony e Titi (Bahia).

ÁRBITRO - Luiz Cláudio Sobral (PE).

RENDA E PÚBLICO - Não disponíveis.

LOCAL - Estádio Rei Pelé, em Maceió (AL).

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSérie BCRBBahia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.