Bahia bate Figueirense e volta a vencer após seis rodadas

Time baiano chega aos 20 pontos e acaba com a série invicta de oito partidas da equipe catarinense, que estaciona nos 25 pontos

Heliana Frazão, O Estado de S. Paulo

14 Setembro 2014 | 18h45

Num jogo marcado por confusão entre os torcedores, que resultou na prisão de oito pessoas, o Bahia derrotou o Figueirense por 3 a 0, neste domingo, no Estádio Joia da Princesa, na cidade de Feira de Santana, distante 110km da capital Salvador. O destaque em campo foi o atacante Kieza, autor de dois gols - Maxi Biancucchi fez o outro.

O Bahia entrou nesta 21.ª rodada como lanterna do campeonato, mas conseguiu dar sinal de vida e voltou a vencer após um jejum de seis jogos. Assim, chegou aos 20 pontos. Também acabou com a série invicta de oito partidas do Figueirense, que, com a derrota em Feira de Santana, ficou estacionado nos 25 pontos, ainda perto da zona de rebaixamento.

Fora de casa, o Figueirense começou a partida com a proposta de jogar fechado na defesa, mas, após levar dois gols rapidamente, mudou de tática e partiu para o ataque. Mesmo assim, não conseguiu ameaçar a vitória do time baiano, que ainda fez o terceiro no final do segundo tempo.

Logo aos 18 minutos, após cobrança de escanteio, Kieza aproveitou uma sobra dentro da área e abriu o placar. Ele mesmo recebeu outra bola aos 24, chutando para fazer 2 a 0. Com tamanha vantagem, o Bahia ficou tranquilo em campo, criando novas chances, como a que foi desperdiçada por Guilherme Santos.

Já no segundo tempo, o Figueirense bem que tentou diminuir, mas não teve sucesso. Do outro lado, o Bahia foi eficiente aos 39 minutos, quando o argentino Maxi Biancucchi recebeu na área e marcou o terceiro gol, definindo o placar.

FICHA TÉCNICA:

BAHIA 3 X 0 FIGUEIRENSE 

BAHIA - Marcelo Lomba; Railan, Demerson, Lucas Fonseca e Guilherme Santos; Rafael Miranda, Uélliton, Leo Gago e Emanuel Biancucchi (Marcos Aurélio); Rafinha (Maxi Biancucchi) e Kieza (Henrique). Técnico: Gilson Kleina.

FIGUEIRENSE - Tiago Volpi; William Cordeiro, Thiago Heleno, Marquinhos e Roberto Cereceda; Paulo Roberto, Nem, Jefferson (Felipe e depois, Jean Carlos) e Giovanni Augusto; Clayton (Pablo) e Everaldo. Técnico: Argel Fucks.

GOLS - Kieza, aos 18 e aos 24 minutos do primeiro tempo; Maxi Biancucchi, aos 38 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Gilberto Rodrigues Castro Júnior (ES).

CARTÃO AMARELO - Kieza e Rafinha (Bahia; Giovanni Augusto (Figueirense).

RENDA E PÚBLICA - Não disponíveis.

LOCAL - Estádio Joia da Princesa, em Feira de Santana (BA).

Notícias relacionadas
Mais conteúdo sobre:
futebol Brasileirão EC Bahia Figueirense

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.