Bahia conquista o título estadual

O Juazeiro não conseguiu quebrar o tabu de 31 anos sem que um time do interior conquiste o Campeonato Baiano. Deu Bahia, mais uma vez. A equipe campeã da Copa do Nordeste venceu o Juazeiro por 3 a 1, na tarde desta quinta-feira, no estádio Adauto Morais, e ficou com o título estadual de 2001. Mesmo tendo a vantagem do empate, jogando em casa e enfrentando um adversário cheio de desfalques, o Juazeiro não conseguiu levar a taça para o interior.Diante dos 12 mil torcedores que lotaram o estádio e da responsabilidade de confirmar sua vantagem, o time de Juazeiro entrou em campo nervoso. Com isso, o Bahia se aproveitou e abriu o placar logo aos 8 minutos. Claudinho cobrou falta do lado direito do ataque, o meia Vagner entrou sem marcação e fez 1 a 0 de cabeça.Aos 20 minutos, o Bahia marcou o segundo gol, num lance de sorte. Bebeto cobrou falta do meio-de-campo, o lateral Mantena esticou a perna no lado direito da área e conseguiu tocar a bola para o marca do pênalti, onde estava Marcus Vinícius, que completou para as redes. No resto do primeiro tempo, os jogadores do Juazeiro tentaram chegar ao gol adversário, de forma desorganizada, mas a dupla de zaga do Bahia mostrou segurança. A única boa chance da equipe da casa foi aos 43 minutos, quando o atacante Janilson estava dentro da pequena área, mas cabeceou a bola por cima do gol.No segundo tempo, o Juazeiro partiu com toda a força para o ataque e pagou caro por isso. Num belo contra-ataque, aos 19 minutos, o lateral-esquerdo Jefferson chegou à linha de fundo e cruzou para área, onde Róbson nem precisou subir para tocar de cabeça para as redes: 3 a 0. Aílton fez o gol de honra do Juazeiro aos 32, aproveitando de cabeça o cruzamento de Tony. Foi pouco para tirar o título do time da capital baiana.

Agencia Estado,

14 de junho de 2001 | 17h49

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.