Felipe Oliveira/EC Bahia
Felipe Oliveira/EC Bahia

Bahia ganha e deixa a Chapecoense na zona da degola do Brasileirão

Em Salvador, time da casa vence por 1 a 0 com gol de Élber e se afasta das últimas posições

Estadão Conteúdo

04 Novembro 2018 | 21h14

O Bahia conseguiu respirar na luta contra o rebaixamento e manteve a Chapecoense na degola ao vencer por 1 a 0, neste domingo, na Arena Fonte Nova, em Salvador, pela 32.ª rodada do Campeonato Brasileiro. Élber marcou o único gol da partida.

Com a vitória, o Bahia subiu para o 11.º lugar com 40 pontos, seis na frente do América-MG, que abre a zona do descenso. A Chapecoense está empatada em pontos com o time mineiro, mas ocupa a 18.ª posição, por ter um saldo menor (-11 a -16).

O Bahia começou com intensidade e aproveitou o começo sonolento do adversário para levar perigo logo no primeiro minuto. Jandrei errou na saída de bola e entregou nos pés de Edigar Junio. O goleiro, no entanto, conseguiu se recuperar e evitar o gol. Logo em seguida, o centroavante teve outra chance de marcar. Após chute de fora da área de Gregore, Jandrei rebateu nos seus pés e a finalização saiu mascada para fora.

A pressão do Bahia seguiu encurralando a Chapecoense. Aos 11 minutos, Zé Rafael bateu cruzado e errou o alvo por pouco. A equipe catarinense demorou para se encontrar, mas quando conseguiu encaixar a marcação melhorou no jogo e passou a chegar ao campo de ataque.

Pouco antes do intervalo, Leandro Pereira perdeu duas oportunidades claras. Na primeira, ele recebeu em velocidade, nas costas da marcação, e deu um toque sutil, na saída de Douglas, mas a bola foi para fora. Na sequência, ele bateu cruzado, de fora da área, e carimbou a trave.

Sem o mesmo calor do Bahia, o segundo tempo começou pouco movimentado e sem grandes chances. Quem quebrou o marasmo do jogo foi o meia Zé Rafael. Ele arrancou pelo meio e encontrou Élber dentro da área. O camisa 7 finalizou colocado e venceu Jandrei, abrindo o placar aos 21 minutos.

A equipe visitante foi obrigada a correr atrás do resultado e o técnico Claudinei Oliveira encheu o time de atacantes. Doffo e Bruno Silva foram ao gramado para tentar melhorar a criação, mas as chances não apareceram. Com isto, o Bahia esperou o tempo passar e comemorou a vitória.

O Bahia volta a campo para o clássico contra o Vitória, no próximo domingo, às 17 horas (de Brasília), no estádio Barradão, em Salvador. No dia seguinte, a Chapecoense enfrenta o Santos, às 20 horas, no estádio do Pacaembu, em São Paulo.

FICHA TÉCNICA

BAHIA 1 x 0 CHAPECOENSE

BAHIA - Douglas Friedrich; Nino Paraíba, Jackson, Lucas Fonseca (Douglas Grolli) e Léo; Gregore, Nilton, Ramires e Zé Rafael; Élber (Flávio) e Edigar Junio (Júnior Brumado). Técnico: Enderson Moreira.

CHAPECOENSE - Jandrei; Eduardo, Douglas, Fabrício Bruno e Bruno Pacheco; Amaral, Barreto (Bruno Silva) e Canteros (Yann Rollim); Osman (Doffo), Leandro Pereira e Wellington Paulista. Técnico: Claudinei Oliveira.

GOL - Élber, aos 21 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Lucas Fonseca (Bahia); Bruno Pacheco (Chapecoense).

ÁRBITRO - Rodrigo D´Alonso Ferreira (SC).

RENDA - R$ 294.869,00.

PÚBLICO - 17.448 pagantes (17.536 no total).

LOCAL - Arena Fonte Nova, em Salvador (BA).

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.