Raul Spinasse/EFE
Raul Spinasse/EFE

Bahia perde do uruguaio Liverpool em Salvador pela Sul-Americana

Ignário Ramírez aos 35 minutos do segundo tempo, fez o gol da vitória dos visitantes

Redação, Estadão Conteúdo

07 de fevereiro de 2019 | 22h00

O Bahia sabia que o uruguaio Liverpool jogaria por uma oportunidade e por isso precisaria estar ligado os 90 minutos. No entanto, em uma desatenção da defesa, Ignácio Ramírez garantiu a vitória do time uruguaio por 1 a 0, na Fonte Nova, pela primeira fase da Copa Sul-Americana, nesta quinta-feira.

A partida de volta está marcada para 21 de fevereiro, no Estádio Belvedere, em Montevidéu. O Liverpool tem a vantagem do empate, enquanto o Bahia precisa vencer por dois ou mais gols de vantagem - triunfo por um gol de diferença, desde que marcando ao menos dois também serve. Se o time devolver o 1 a 0, a decisão vai para os pênaltis.

Apesar de o Bahia ter começado com mais posse de bola, quem chegou pela primeira vez com perigo foi o Liverpool. Maureen Franco arriscou de fora da área e exigiu boa defesa de Douglas. A resposta veio pelo alto. Shaylon cobrou escanteio e Moisés cabeceou perto da trave. Aos 26, Guilherme cobrou falta e Jorge Bava espalmou pela linha de fundo.

Melhor em campo, o Bahia quase abriu o placar em chute cruzado de Gilberto, mas o goleiro voltou a salvar o Liverpool. Já nos minutos finais do primeiro tempo, os jogadores reclamaram de um pênalti não marcado em cima de Artur. Na sequência, Douglas evitou gol olímpico de Maureen Franco.

O panorama do jogo não mudou depois do intervalo. Logo aos seis minutos, Guilherme exigiu grande defesa de Bava em cabeceio colocado. Apesar da pressão do Bahia, a torcida começava a ficar impaciente com as chances desperdiçadas. A situação ficou ainda mais complicada aos 35 minutos.

Ignácio Ramírez aproveitou cobrança de falta para dentro da área e cabeceou firme. Douglas se esticou todo, mas não conseguiu fazer a defesa. O empate quase veio em chute de Nino Paraíba.

FICHA TÉCNICA

BAHIA 0 X 1 LIVERPOOL-URU

BAHIA - Douglas Friederich; Nino Paraíba, Lucas Fonseca, Jackson e Moisés (Paulinho); Gregore, Douglas Augusto e Guilherme (Fernandão); Shaylon (Rogério), Gilberto e Artur. Técnico: Enderson Moreira.

LIVERPOOL-URU - Jorge Bava; Rivas, Martín González e Makuka; Rosso, Ocampo (Caballero), Maximiliano Bajter, Federico Martínez e Christian Núñez; Maureen Franco (Ignácio Ramírez) e Hernan Figueredo (Bryan Olivera). Técnico: Paulo Pezzolano.

GOL - Ignário Ramírez aos 35 minutos do segundo tempo

ÁRBITRO - Jesús Valenzuela (Venezuela).

CARTÕES AMARELOS - Gregore e Lucas Fonseca (Bahia); Jorge Bava (Liverpool-URU).

RENDA - R$ 222.700,00

PÚBLICO - 16.026 pagantes

LOCAL - Fonte Nova, em Salvador (BA).

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.