Bahia promete uma formação mais ofensiva no Morumbi

Precisando de uma vitória por três gols de diferença, o Bahia vai enfrentar o São Paulo nesta terça-feira, no Morumbi, com uma formação bastante ofensiva. No primeiro jogo do confronto válido pela Copa Sul-Americana, o triunfo são-paulino em Salvador foi por 2 a 0. Por isso, o time baiano vai para o tudo ou nada, a partir das 21h15, na capital paulista.

TIAGO DÉCIMO, Agência Estado

21 de agosto de 2012 | 08h17

No único treino realizado pelo técnico Caio Júnior para a partida, na manhã de segunda-feira, o time titular foi escalado com apenas um volante no meio-de-campo: Fahel. À frente, três meias e dois atacantes. Colaborou para a formação a contusão do volante Fabinho, que não se recuperou de uma pancada no pé direito, sofrida na derrota para o Náutico, no último sábado, pelo Campeonato Brasileiro, e foi vetado para o jogo no Morumbi.

Outros dois volantes, Diones e Victor Lemos, devem iniciar a partida desta terça-feira, mas improvisados nas laterais, já que os especialistas da posição seguem se recuperando de lesões. Um deles, o lateral-direito Madson, foi liberado pelo departamento médico e viajou com a delegação, mas, como está sem ritmo de jogo, deve começar no banco.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCopa Sul-AmericanaBahia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.