Raul Spinasse/EFE
Raul Spinasse/EFE

Bahia tem dois gols anulados pelo VAR e perde do Atlético-PR na Sul-Americana

Pablo faz o gol da vitória do time paranaense por 1 a 0 em plena Arena Fonte Nova pelas quartas da Sul-Americana

Estadão Conteúdo

25 Outubro 2018 | 00h10

O Atlético-PR saiu na frente do Bahia no confronto brasileiro nas quartas de final da Copa Sul-Americana. Mesmo jogando na Arena Fonte Nova, em Salvador, venceu a partida de ida por 1 a 0. O jogo ficou marcado por dois gols do Bahia anulados pelo árbitro de vídeo (VAR, na sigla em inglês), sendo o primeiro com decisão contestável.

A partida de volta, na próxima quarta-feira, às 21h45, será disputada na Arena da Baixada, em Curitiba (PR). O Atlético joga pelo empate, enquanto o Bahia precisa de qualquer vitória diferente do 1 a 0, único resultado que leva a decisão para os pênaltis.

O jogo começou truncado e com muita disputa no meio de campo até que, aos 26 minutos, o árbitro de vídeo causou polêmica. Após bate-rebate na área, Clayton completou para o fundo do gol de voleio. O árbitro argentino Fernando Rapallini consultou o VAR e, quatro minutos depois da bola ter estufado as redes, anulou o gol do Bahia anotando lance perigoso do atacante, em decisão bastante contestada pelo time da casa.

O Atlético também teve boa chance, já aos 45 minutos do primeiro tempo. Pablo cruzou e Lucho González bateu bonito, exigindo grande defesa do goleiro Douglas Friedrich.

Logo no primeiro minuto da segunda etapa, mais um gol anulado do Bahia. Nino Paraíba cruzou e Ramires completou para o gol. O VAR entrou em ação novamente e, desta vez, o árbitro de campo nem precisou rever o lance para marcar impedimento.

O time da casa seguiu melhor, mas sofreu um castigo. Justamente no momento em que mais pressionava, aos 21 minutos, Pablo aproveitou lançamento longo e acertou um uma bomba para colocar o Atlético na frente.

Nos minutos finais, o Bahia tentou voltar a pressionar, mas não conseguiu ter a mesma intensidade. O Atlético administrou a vantagem e controlou o jogo até o apito final, garantindo boa vantagem na briga pela classificação.

Antes do novo confronto, no final de semana, eles vão jogar pelo Campeonato Brasileiro no sábado à noite. O Bahia vai pegar o Corinthians, em São Paulo, às 19 horas, enquanto o Atlético-PR vai receber o Botafogo, às 21 horas.

FICHA TÉCNICA:

BAHIA 0 x 1 ATLÉTICO-PR

BAHIA - Douglas Friedrich; Nino Paraíba, Jackson, Lucas Fonseca e Paulinho; Gregore, Elton (Vinícius), Ramires e Zé Rafael; Clayton (Marco Antônio) e Edigar Junio (Júnior Brumado). Técnico: Enderson Moreira.

ATLÉTICO-PR - Santos; Jonathan, Paulo André, Léo Pereira e Renan Lodi; Wellington, Lucho González (Bruno Guimarães), Nikão e Raphael Veiga (Rony); Marcelo Cirino (Thiago Heleno) e Pablo. Técnico: Tiago Nunes.

GOL - Pablo, aos 21 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Junior Brumado (Bahia); Leo Pereira, Lucho González, Marcelo Cirino e Pablo (Atlético-PR).

ÁRBITRO - Fernando Rapallini (Argentina).

RENDA - R$ 528.527,00.

PÚBLICO - 23.641 pagantes.

LOCAL - Arena Fonte Nova, em Salvador (BA).

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.