Bahia tenta minimizar desgaste para encarar o Vasco

A escalação de uma formação diferente e as substituições pouco usuais na partida da última quinta-feira contra o Atlético Nacional, da Colômbia, em Medellín, pela Copa Sul-Americana, foram o meio encontrado pelo técnico Cristóvão Borges para evitar desgaste excessivo dos jogadores na maratona de jogos que a equipe enfrenta.

TIAGO DÉCIMO, Agência Estado

29 de setembro de 2013 | 07h16

Sem tempo para treinar ou para permitir a recuperação muscular dos atletas, Cristóvão Borges tem promovido rodízio entre os jogadores durante as partidas. "As mudanças foram para poupar os atletas", admitiu o treinador. "Foi uma viagem cansativa e preciso da equipe bem para a partida de domingo, que vai ser um jogo decisivo". O time encara o Vasco, às 16 horas, na Arena Fonte Nova, em Salvador, pela 24.ª rodada do Campeonato Brasileiro.

A escalação vai ser definida momentos antes da partida, já que o time não vai treinar. A delegação chegou de viagem na noite de sexta-feira e seguiu para um hotel de Salvador, onde fica concentrada até a partida.

A única dúvida de Cristóvão Borges, porém, parece estar no meio de campo entre os volantes Fabrício Lusa e Diones.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBrasileirãoBahia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.