Bahia tenta ser mais letal em confronto contra o Atlético-MG no Brasileirão

Rodrigão, Edson e Renê Junior são desfalques, enquanto o zagueiro Tiago e Zé Rafael retornam ao time

Estadão Conteúdo

19 de julho de 2017 | 08h26

O Bahia tem um desafio importante para o duelo desta quarta-feira contra o Atlético Mineiro, às 21h45, no estádio Independência, em Belo Horizonte, pela 15.ª rodada do Campeonato Brasileiro: diminuir o número de chances desperdiçadas.

Contra a Ponte Preta, a equipe foi "letal" e venceu por 3 a 0 mesmo jogando em Campinas (SP). E, na rodada seguinte, em casa contra o Avaí, como ocorrera em outros jogos, desperdiçou várias chances e só empatou por 1 a 1. Os vacilos deixaram a equipe na 14.ª colocação com 16 pontos, lutando contra o rebaixamento.

"Em todos os jogos que fizemos, a gente teve muitas oportunidades, só que não aproveitou", avaliou o zagueiro Tiago. "Contra a Ponte Preta, a gente foi na primeira e fez o gol, na segunda quase sofreu um pênalti e, na terceira, fizemos o segundo gol, que deu uma aliviada na equipe. Então, tem de aproveitar. As oportunidades acontecem, e a gente tem de saber fazer o gol".

Um dos destaques na vitória sobre a Ponte Preta, contudo, o recém-contratado atacante Rodrigão segue lesionado e não atuará novamente nesta quarta-feira. Os volantes Edson e Renê Júnior, suspensos, também estão fora, enquanto que Tiago e Zé Rafael retornam e serão titulares.

Tudo o que sabemos sobre:
EC BahiaFutebolCampeonato Brasileiro

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.