Bahia vence no sufoco, rebaixa o Bragantino e fica mais perto do acesso

Baianos ultrapassaram o Vasco na tabela com vitória por 3 a 2, em casa

Estadão Conteúdo

19 de novembro de 2016 | 20h05

Assim como vem acontecendo nos últimos jogos, o Bahia fez o torcedor sofrer até os minutos finais, mas conseguiu vencer o Bragantino por 3 a 2 na Arena Fonte Nova, pela penúltima rodada da Série B. Com isso, deu um importante passo rumo à elite do Campeonato Brasileiro. Por outro lado, o time paulista teve seu rebaixamento para a Série C decretado diante de mais de 44 mil torcedores.

O gol marcado por Renato Cajá aos 42 minutos do segundo tempo levou o Bahia aos 63 pontos e, na terceira colocação, a equipe precisa de um simples empate na última rodada contra o Atlético-GO, em Goiânia, para não depender de outros resultados na luta pelo acesso. Já o Bragantino estacionou nos 32, em 18º lugar, e se juntou a Tupi e Sampaio Corrêa, que já haviam sido rebaixados.

O primeiro tempo foi bastante movimentado. Após levar um susto em chute de Rafael Grampola defendido por Muriel, o Bahia acordou e abriu 2 a 0. Aos 11 minutos, Luiz Antônio soltou a bomba de fora da área e a bola tocou no travessão, pingando pouco depois da linha do gol. Seis minutos depois, o autor do primeiro gol cobrou escanteio e cabeceou no cantinho de Renan Rocha. O Bragantino diminuiu aos 30 minutos com Rafael Grampola, que passou por três narcadores e concluiu para as redes.

A etapa final começou mais tranquila, com o Bahia valorizando a posse da bola e sem se lançar muito ao ataque. No entanto, aos 24 minutos, Watson passou por Moisés e, mesmo sem ângulo, estufou as redes de Muriel, que esperava o cruzamento.

O time da casa sentiu demais o gol e começou a errar muitos passes, levando um tempo para se encontrar em campo. Até que aos 42 minutos Renato Cajá recebeu cruzamento de Mário, dominou e mandou no ângulo de Renan Rocha. Festa tricolor nas arquibancadas lotadas da Fonte Nova.

Os dois times voltam a campo no próximo sábado pela última rodada. O Bahia precisa de um empate diante do Atlético-GO, às 17h30, no Olímpico, em Goiânia. No mesmo horário, o Bragantino se despede da Série B contra o Londrina, no Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista. Só cumpre tabela.

FICHA TÉCNICA:

BAHIA 3 X 2 BRAGANTINO

BAHIA - Muriel; Eduardo, Jackson, Tiago e Moisés; Renê Júnior, Luiz Antônio e Régis (Renato Cajá); Victor Rangel (Allano), Edigar Junio (Mário) e Hernane. Técnico: Guto Ferreira.

BRAGANTINO - Renan Rocha; Gabriel Dias, Lucas Rocha, Diego Sacoman e Fabiano; Everton Dias (Rodolfo), Edson Sitta, Alan Mineiro e Vitor (Watson); Anderson Ligeiro e Rafael Grampola (Lincom). Técnico: Estevam Soares.

GOLS - Luiz Antônio aos 11, Hernane aos 17 e Rafael Grampola aos 30 minutos do primeiro tempo; Watson aos 24 e Renato Cajá aos 42 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Devarly Lira do Rosário (ES)

CARTÕES AMARELOS - Não houve.

PÚBLICO - 44.042 pagantes.

RENDA - R$ 1.061.006,00.

LOCAL - Arena Fonte Nova, em Salvador (BA).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.