Baixo rendimento de Ronaldinho Gaúcho preocupa Barcelona

Brasileiro recebe críticas por estar fora de forma e pelas recorrentes saídas noturnas

Efe,

29 de outubro de 2007 | 16h32

Muito criticado nas últimas semanas pela imprensa esportiva espanhola, o meia-atacante Ronaldinho Gaúcho vem tendo um rendimento muito abaixo do que apresentou na temporada passada, e já preocupa a diretoria do Barcelona. Veja também: Zambrotta: Ronaldinho não vê problemas em ficar na reserva Ronaldinho Gaúcho participou de pouco mais da metade dos minutos 57,5%) jogados pelo Barcelona nas doze partidas oficiais que a equipe disputou esta temporada, nas quais marcou apenas dois gols. Nas nove partidas disputadas na atual temporada do Campeonato Espanhol, Ronaldinho Gaúcho jogou 385 minutos (47,5%). Em quatro delas (contra Sevilla, Zaragoza, Levante e Villarreal), o meia-atacante não jogou, ao tempo que em outras quatro (diante de Athletic de Bilbao, Osasuna, Atlético de Madrid e Almería) foi substituído no intervalo. A média do brasileiro aumenta na Liga dos Campeões, onde jogou um total de 236 minutos (87,4%) nas três primeiras partidas da fase de grupos. A única partida completa disputada por Ronaldinho Gaúcho no torneio, no entanto, foi contra o Glasgow Rangers. A esta altura da temporada passada, o jogador do Barça já havia marcado sete gols (um na Liga dos Campeões e outros seis no Espanhol), além de ter permanecido em campo durante 100% das partidas da Liga e 83,3% das partidas do Espanhol. Tudo isso vem levando a diretoria do Barça a se preocupar com a baixa no rendimento do jogador, que vem sendo duramente criticado por estar acima do peso e por suas recorrentes incursões noturnas. O técnico Frank Rijkaard, por sua vez, defende o brasileiro, e diz que sua atitude não mudou em relação às temporadas passadas. "Ele está muito comprometido. Ronaldinho tem meu apoio, e estou muito feliz de tê-lo conosco", disse o holandês. Já o secretário-técnico Txiki Beguiristain acredita que Ronaldinho Gaúcho deve "tentar voltar ao nível" que tinha antes. "Tenho certeza de que poderá voltar a apresentar o grande futebol de antes", afirmou. O presidente Joan Laporta, no entanto, não parece tão satisfeito com o rendimento do jogador. Ao fim da vitória da equipe sobre o Almería, pela última rodada do Espanhol, Laporta assegurou, sem mencionar em nenhum momento o nome do brasileiro, que devem jogar no time titular os atletas que "estiverem rendendo melhor".

Tudo o que sabemos sobre:
Ronaldinho GaúchoFC Barcelona

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.