Balança define a escalação de Fábio Costa

O goleiro Fábio Costa vai subir neste sábado na balança para saber se está em seu peso ideal e essa é uma condição para voltar ao time no jogo de domingo contra o Goiás. O técnico Emerson Leão comentou durante a semana que ele estava um pouco gordo, com dois quilos a mais, e Fábio evitou polêmica. Preferiu treinar duro para perder em poucos dias os quilos que ganhou durante as duas semanas que ficou em tratamento de uma contusão na coxa esquerda. "Essa questão de peso é relativa. Ele cai naturalmente com o treino", disse Fábio Costa, que considera normal o ganho de peso em determinadas situações. "Fiquei alguns dias parado, ganhei peso, mas acho que já estou apto a jogar". A definição de quem será o goleiro no jogo de domingo, porém, só sai neste sábado, quando Leão confirmar a equipe. Depois do afastamento por contusão, Fábio Costa só pensa em terminar o Campeonato Brasileiro jogando e, de preferência, ser bicampeão. Por isso, deixa para depois a renovação de contrato, que vence dia 31 de dezembro, ou a saída da Vila Belmiro se não houver acordo. "Não adianta colocar o carro na frente dos bois, tem que esperar as coisas acontecerem para definir a vida." Seu primeiro objetivo é permanecer na Vila Belmiro, mas isso depende do resultado eleitoral no dia 6 de dezembro. Fábio Costa negou que já esteja conversando sobre seu novo contrato, mas admitiu que sabe do interesse do Santos em sua permanência. "Se o Marcelo Teixeira for reeleito, é quase certo que fico pelo carinho que tenho pela torcida e o respeito que a diretoria tem em relação a mim."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.