Balanço de 2012 do Corinthians mostra receita de R$ 324,7 milhões

Aumento foi de 416% em relação à temporada de 2007, quando o time caiu para a Segundona do Brasileiro

Vitor Marques, O Estado de S. Paulo

26 de março de 2013 | 16h08

SÃO PAULO - O

DÍVIDA

No mesmo período em que as receitas do Corinthians aumentaram, as dívidas cresceram de maneira descontrolada. Quando foi rebaixado à Segunda Divisão, a dívida era de R$ 101,5 milhões. Ano passado, ela estava em R$ 177,1 milhões. A dívida aumentou muito de 2010 para 2011, mais de R$ 50 milhões. A explicação, segundo dirigentes do clube, foi a construção do Centro de Treinamento Joaquim Grava, inaugurado em 2010 e onde o time treina atualmente.

Veja abaixo o ranking dos dez clubes mais valiosos do futebol brasileiro, com receitas sem transferências de atletas, em 2011, segundo a BDO - (em milhões de R$):

1º Corinthians - 230,7

2º São Paulo - 201,9

3º Flamengo - 179,6

4º Internacional - 155,6

5º Santos - 152,3

6º Palmeiras - 135,3

7º Grêmio - 133,7

8º Vasco - 131,2

9º Cruzeiro - 99,1

10º Atlético-MG - 77,0

Clubes mais valiosos, de acordo de receitas de cada um, em estudo da consultoria Deloitte divulgado em janeiro (2013), em milhões de euros:

1º-Real Madrid - 512,6

2º Barcelona - 483,0

3º Manchester United - 395,9

4º Bayern de Munique - 368,4

5º Chelsea - 322,6

6º Arsenal - 290,3

7º Manchester City - 285,6

8º Milan - 256,9

9º Liverpool - 233,2

10º Juventus - 195,4

31º Corinthians - 94,1 (melhor não europeu no ranking)

Tudo o que sabemos sobre:
CorinthiansCampeonato Paulistafutebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.