Kai Pfaffenbach/ Reuters
Kai Pfaffenbach/ Reuters

Bale se diz orgulhoso com campanha galesa: 'Fizemos o possível'

'Marcaram muito bem e nos limitaram ofensivamente'

Estadão Conteúdo

06 de julho de 2016 | 19h53

Gareth Bale foi muito bem marcado na derrota de País de Gales para Portugal por 2 a 0 nesta quarta-feira, em Lyon, na França. Mesmo assim, conseguiu criar algumas chances de gol, mas não o suficiente para livrar a sua seleção da eliminação nas semifinais da Eurocopa.

"Eles defenderam muito bem nos limitaram ofensivamente. Não tivemos muitas chances. Deixamos a Euro orgulhosos do trabalho que fizemos. Infelizmente não chegamos à final, mas fizemos o possível", comentou o principal jogador da equipe.

O atacante também falou sobre a rivalidade com seu companheiro de time, Cristiano Ronaldo. Há menos de um mês, os dois foram fundamentais na conquista da Liga dos Campeões da Europa pelo Real Madrid. Nesta quarta-feira, estavam em lados opostos e o craque português levou a melhor, marcando um gol e dando uma assistência para Nani garantir a classificação.

"Cristiano Ronaldo é um goleador nato e comprovou isso. Estamos decepcionados, mas nos levantaremos. Ninguém esperava que chegássemos tão longe. Mas lutamos e conseguimos ir até as semifinais", finalizou Gareth Bale.

O atacante do Real Madrid deixa a Eurocopa com três gols marcados e a melhor participação da história de País de Gales em um torneio de futebol. Até então, o time galês tinha como recorde as quartas de final na Copa do Mundo de 1958, quando foi eliminado pelo Brasil.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.