Simone Venezia/EFE
Simone Venezia/EFE

Balotelli ameaça abandonar jogo do Brescia devido a supostas ofensas racistas

Autor do único gol do seu time no duelo, atacante interrompe jogada aos nove minutos do segundo tempo e joga bola em direção à torcida

Redação, Estadão Conteúdo

03 de novembro de 2019 | 15h34

Mario Balotelli ameaçou abandonar o campo de jogo durante partida de seu time, o Brescia, contra o Verona neste domingo, disputada no Estádio Marcantonio Bentegodi. O atacante reclamou de supostas ofensas racistas que teria recebido de uma certa ala das arquibancadas.

Autor de um belo gol, o único de sua equipe na derrota por 2 a 1 para o time da casa, Balotelli estava com a bola, aos nove minutos do segundo tempo, quando de repente parou a jogada e, com o bico da chuteira, arremessou-a em direção a um setor do estádio veronês.

Em seguida, ele se dirigiu para trás do gol enquanto era convencido por seus colegas de time a continuar em campo. A partida chegou a ser paralisada pelo árbitro Maurizio Mariani por cerca de quatro minutos, enquanto mensagens aos torcedores eram lidas em tom de advertência sobre o risco de o jogo vir a ser suspenso.

O técnico do Verona, o croata Ivan Juric, afirmou não ter ouvido nada ofensivo partindo das arquibancadas. "Podem perguntar a ele. Não houve nada. Tenho nojo de atos racistas e serei o primeiro a condenar quando acontecerem, mas não foi o caso", declarou o treinador ao canal Sky Sports.

Balotelli chegou a levar cartão amarelo da arbitragem, que retirou a advertência ao perceber o porquê de sua reação. Ao final da partida, ela respondeu as ofensas com um golaço, aos 40 minutos, acertando o ângulo num belo chute de primeira.

No sábado, o duelo entre Roma e Napoli, na capital italiana, chegou a ser interrompido por motivo semelhante, com parte da torcida local entoando cânticos ofensivos em relação à região de Nápoles, sede do time visitante.

Outra vítima de injúria, o atacante belga da Inter de Milão, Romelu Lukaku, já havia se manifestado publicamente, no início de setembro, contra o comportamento de fãs do Cagliari durante um duelo entre as duas equipes, também pelo Campeonato Italiano.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.