Simone Venezia/EFE
Simone Venezia/EFE

Balotelli ameaça abandonar jogo do Brescia devido a supostas ofensas racistas

Autor do único gol do seu time no duelo, atacante interrompe jogada aos nove minutos do segundo tempo e joga bola em direção à torcida

Redação, Estadão Conteúdo

03 de novembro de 2019 | 15h34

Mario Balotelli ameaçou abandonar o campo de jogo durante partida de seu time, o Brescia, contra o Verona neste domingo, disputada no Estádio Marcantonio Bentegodi. O atacante reclamou de supostas ofensas racistas que teria recebido de uma certa ala das arquibancadas.

Autor de um belo gol, o único de sua equipe na derrota por 2 a 1 para o time da casa, Balotelli estava com a bola, aos nove minutos do segundo tempo, quando de repente parou a jogada e, com o bico da chuteira, arremessou-a em direção a um setor do estádio veronês.

Em seguida, ele se dirigiu para trás do gol enquanto era convencido por seus colegas de time a continuar em campo. A partida chegou a ser paralisada pelo árbitro Maurizio Mariani por cerca de quatro minutos, enquanto mensagens aos torcedores eram lidas em tom de advertência sobre o risco de o jogo vir a ser suspenso.

O técnico do Verona, o croata Ivan Juric, afirmou não ter ouvido nada ofensivo partindo das arquibancadas. "Podem perguntar a ele. Não houve nada. Tenho nojo de atos racistas e serei o primeiro a condenar quando acontecerem, mas não foi o caso", declarou o treinador ao canal Sky Sports.

Balotelli chegou a levar cartão amarelo da arbitragem, que retirou a advertência ao perceber o porquê de sua reação. Ao final da partida, ela respondeu as ofensas com um golaço, aos 40 minutos, acertando o ângulo num belo chute de primeira.

No sábado, o duelo entre Roma e Napoli, na capital italiana, chegou a ser interrompido por motivo semelhante, com parte da torcida local entoando cânticos ofensivos em relação à região de Nápoles, sede do time visitante.

Outra vítima de injúria, o atacante belga da Inter de Milão, Romelu Lukaku, já havia se manifestado publicamente, no início de setembro, contra o comportamento de fãs do Cagliari durante um duelo entre as duas equipes, também pelo Campeonato Italiano.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.